Startup ajuda brasileiros a encontrar trabalho na Irlanda

Por: Redação | Comunicar erro

Fazer intercâmbio na Irlanda para aprender um novo idioma não é a única motivação e necessidade de muitos profissionais pelo mundo. Há outros aspectos que chamam atenção e podem ser definitivos em uma carreira, como, por exemplo, ter uma experiência profissional no exterior. Porém, muitos profissionais não conseguem encontrar uma oportunidade no mercado internacional, mesmo com qualificações e experiência.

Foi pensando nesse cenário que brasileiros criaram a Hub Work 365, uma startup com objetivo de preparar e inserir profissionais no mercado de trabalho na Irlanda através de um estágio internacional.

Gianfranco, da Hub Work 365, em fórum sobre currículo europeu

“Quando cheguei na Irlanda não via a possibilidade de fazer o que eu mais sabia e sou apaixonado em fazer. Foi com muito esforço e conhecimentos na área de RH internacional que me deram base para conseguir um estágio na minha área”, diz Gianfranco Bolognese, um dos fundadores da Hub Work 365, que mora na Irlanda desde 2015.

O objetivo é inserir os profissionais de diferentes áreas no mercado irlandês, seja para quem ainda não chegou no país ou já está na Irlanda. Por isso, a empresa oferece diversos serviços, treinamentos e consultorias focados na busca do estágio no país.

Segundo Gianfranco, o processo é simples. Primeiro o candidato faz uma entrevista com a equipe, etapa importante para identificar as necessidades do futuro estagiário. “Com a nossa experiência no mercado, nessa primeira entrevista já alinhamos tudo, inclusive que tipo de pacote e serviços ele busca. Após tudo alinhado e confirmado, a pessoa começa a receber os treinamentos e a busca pelo estágio inicia”, explica.

Os serviços oferecidos aos profissionais podem variar. Para quem já está na Irlanda podem incluir currículo no formato Europeu, criação e otimização do perfil no Linkedin, preparação para entrevistas, entre outros. Para quem ainda está no Brasil, por exemplo, os serviços também têm seus diferenciais.

Dentre os serviços mais comuns estão o currículo e o LinkedIn. Segundo Gian, ele já teve vários casos de sucesso, onde a pessoa começou a receber propostas de entrevistas logo após do ajuste do currículo. “Também temos casos que depois da potencialização do LinkedIn as visualizações no perfil do profissional duplicaram”, conta. “Mas recentemente estamos recebendo muitos clientes que precisam de um suporte especial na etapa de entrevista”, complementa.

Compartilhe: