Startup cria aplicativo para ajudar moradores de Mariana

Por: Redação Comunicar erro

Por Lidi Ferreira, da ProjectHub

Naquela tarde de 5 de novembro de 2015, quando a Barragem do Fundão se rompeu, na área rural de Mariana, em Minas Gerais, Juliano Cristian Bonifácio, que é mineiro, estava em Florianópolis, cidade onde mora. Foi de lá que ele soube da tragédia, e é por lá, a mais de 1.330 quilômetros de distância, que ele quer ajudar a cidade histórica a se recuperar do maior desastre socioambiental do Brasil.

Em dezembro, Juliano e mais quatro sócios desenvolveram, por meio da startup Game Developers, o Salve Mariana, aplicativo que destaca informações sobre os atrativos turísticos da cidade de quase 320 anos.

mariana
Mariana foi a primeira vila de Minas, a primeira capital do estado e a cidade mais rica do Ciclo do Ouro

”Pensei que podíamos criar algo para ajudar, mas uma solução que fosse além da questão das doações”, diz Juliano, que é o fundador da startup. ”Foi quando decidimos divulgar o que tem de melhor na cidade, que é o turismo”, diz.

O setor é uma das principais fontes de renda do município, e segundo a Prefeitura, houve uma queda drástica no comércio local, na ocupação hoteleira e até na circulação de turistas nas ruas após a tragédia.

O objetivo do Salve Mariana é, além de divulgar o lado bom da cidade, trazer de volta a autoestima do morador. Por isso, a ideia da Game Developers é que o aplicativo passe a trazer informações de outras cidades também. Por enquanto, o Salve Mariana está disponível apenas na GooglePlay para celulares Android, e de graça.

Via Diário do Comércio

Compartilhe: