Startup cria produtos para descomplicar a vida de pais de bebês

Por: Redação Comunicar erro

Quando João tinha menos de um ano de idade e ficou doente, a mãe, a publicitária Karen Kanaan, 36 anos, que já estava grávida de Maya, procurou no mercado um protetor de colchão descartável, mas não encontrou. Num momento de desespero, na lavanderia de sua casa, seguiu um conselho: foi a um pet shop e comprou um tapete higiênico.

Produtos são desenvolvidos para o conforto de bebês e crianças, principalmente quando estão fora de casa
Produtos são desenvolvidos para o conforto de bebês e crianças, principalmente quando estão fora de casa

Mas, dentro das comunidades de mães, descobriu que ele é composto de material reciclado e muito químico, “ou seja, nada indicado para o contato com a pele dos bebês”, conta. E o que para muitos seria um problema, para ela, que tinha na bagagem seis anos na direção da Endeavor no Brasil maior organização mundial de apoio a empreendedorismo , apareceu como uma oportunidade de negócio.

Com a ajuda da amiga e hoje sócia, Ana Carolina Vaz, também de 36 anos e mãe de João Pedro, 2 anos, e Maria Eduarda, 1 ano, fez as adaptações necessárias para transformar o tapetinho em um protetor de colchão descartável superabsorvente, feito a partir de material virgem, esterilizado e hipoalergênico. Era o primeiro produto da Baby & Me, startup que nasceu “com a intenção de descomplicar a vida dos pais”, principalmente quando eles estão fora de casa.

“O cuidado não pode virar trabalho”, pontua Karen, lembrando que, hoje, tempo é o recurso mais escasso. Desde que o Desfralde chegou ao mercado, em julho de 2015, a dupla já lançou outros 11 produtos para o conforto dos pequenos, entre eles o Porta-Caca, um saquinho para acondicionar a sujeira produzida pelo bebê, que é o primeiro produzido em plástico oxibiodegradável, se decompondo em contato com o oxigênio em 18 meses.

Portfólio da Baby & Me tem 12 produtos, vendidos on-line e em lojas físicas
Portfólio da Baby & Me tem 12 produtos, vendidos on-line e em lojas físicas

A inovação da startup não para por aí. A Baby & Me busca formas colaborativas de atuar no mercado, desenvolver produtos e criar relações de trabalho. Para aumentar o portfólio, por exemplo, faz parceria com outras empresas emergentes, como a com a Nutti, que resultou no Cápsula, uma manta com nanocápsulas de citronela que protege a criança do frio e dos insetos.

Mais recentemente, criou uma rede de revendedoras, a Happy Moms, “possibilitando a essas mulheres gerar renda sem perder a flexibilidade que precisam para cuidar de seus filhos”.  A ideia, afirma Karen, é empoderá-las, dando o treinamento necessário para que desenvolvam a veia empreendedora, não só vendendo na região onde moram como desenvolvendo produtos que elas mesmas vão usar no dia a dia com os filhos.

Com um crescimento de 35% ao mês e hoje presente nas principais lojas físicas e online de produtos para esse público, foi uma das 15 selecionadas para ser residente no campus São Paulo do Google Space, entre mais de 850 empresas inscritas. Porque, como lembra Karen, “o tamanho do negócio é do tamanho do sonho”.

Por QSocial

Compartilhe: