‘Uber das motocicletas’ começa a operar em Belo Horizonte

Por: Redação |

Começou a operar no último dia 15 o Piloto 31, um aplicativo que tem como objetivo melhorar a mobilidade urbana em Belo Horizonte com o uso de motocicletas. Ele já conhecido como “Uber das motocicletas” ou “Uber de moto”.

Aplicativo Piloto 31

A plataforma já conta com 1.500 motociclistas pré-cadastrados e funciona por meio de uma solicitação no smartphone. Ao chegar, o piloto realiza a identificação do usuário e, em seguida, passa as instruções de como proceder durante a viagem, certificando-se de que o usuário compreendeu todas as normas de segurança. Após esse procedimento, o piloto equipa o usuário e dá início à viagem.

O passageiro deve usar capacete (uma touca higiênica é entregue), manter os pés no pedal, trafegar com os braços fechados, desembarcar apenas com o veículo parado e deixar o celular guardado durante o trajeto.

Aplicativo Piloto 31

É possível requisitar que o motociclista dirija de formas específicas (evite ultrapassagens, não utilize o vão entre os carros, ande somente por uma das pistas etc.). A velocidade não pode ultrapassar os 60 km/h e deve sempre respeitar os limites da via.

De acordo com os responsáveis pelo Piloto 31, as tarifas são acessíveis ao usuário –R$ 0,90 por quilômetro rodado e R$ 0,15 por minuto parado. O motociclista, por sua vez, paga apenas uma mensalidade de R$ 100 para custos de manutenção e serviços.

Além do cadastramento no site, os motociclistas passam por vistoria do veículo, envio de documentação e treinamento. Os pré-requisitos para participar são: idade acima de 21 anos, dois anos de carteira A ou AB, CNH para atividade remunerada, modelo de motocicleta acima de 125 cc e datada a partir de 2010, conta em banco e IPVA e seguro obrigatório em dia.

A plataforma está disponível para Android e, em breve, também deve ser oferecida para iOS.

Compartilhe: