Unesp cria ‘iogurte’ contra doenças e tenta prêmio nos EUA

Por: Redação Comunicar erro

Um grupo de estudantes do Instituto de Química da Unesp de Araraquara abriu uma vaquinha virtual para ir aos Estados Unidos concorrer a um prêmio após inventar um “iogurte” contra doenças. No ano passado, os mesmos alunos desenvolveram uma pesquisa sobre diabetes e receberam medalha de ouro na competição.

O iGEM (International Genetically Engineered Machine Competition), ou Competição Internacional de Máquinas Geneticamente Modificadas, é uma competição de ciência promovida anualmente pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) desde 2004. Nela, estudantes do mundo todo têm a chance de se engajar em projetos científicos revolucionários.

Brasileiros da Unesp criam um probiótico contra doenças e tentam prêmio nos Estados Unidos

A invenção do grupo em 2018 é uma espécie de iogurte que pode combater doenças que requerem uso contínuo de medicamentos. Em 2017, o projeto apresentado envolveu uma pesquisa que, no futuro, pode eliminar o uso de agulhas para o tratamento de diabetes.

Brasileiros da Unesp criam um probiótico contra doenças e tentam prêmio nos Estados Unidos

A ideia dos estudantes neste ano pretende oferecer uma opção não somente ao tratamento de diabetes tipo 1, mas também para várias outras enfermidades. Com o uso de bactérias, os estudantes pretendem elaborar um sistema que possa ser utilizado em probióticos –uma espécie de iogurte– para produzir medicamentos diretamente no intestino do paciente, de acordo com suas necessidades.

A campanha de financiamento coletivo tem como meta arrecadar R$ 19 mil. O grupo já está inscrito na competição, mas ainda é necessário fazer a inscrição de cada membro que viajará para os Estados Unidos. A meta pagaria a taxa de inscrição de oito dos alunos até agosto deste ano, quando o valor individual ainda é de US$ 695 (cerca de R$ 2.616).

Com informações da UnAN

Compartilhe:

Tags: #Unesp