Brasileira cria app para economizar água e ganha estágio na Nasa

Por: Redação

A grave crise hídrica que atinge os Estados do Sudeste foi a fonte de inspiração para uma jovem mineira desenvolver um aplicativo para minimizar o desperdício de água nas plantações.

O Agrosmart, criado por Mariana Vasconcelos, de 23 anos, é uma plataforma que aplica tecnologia de ponta às atividades de campo, conectando os agricultores às suas plantações de maneira mais eficaz. A solução utiliza sensores nos ambientes de irrigação que medem diversas variáveis para entender a quantidade necessária de água para a atividade agrícola.

Divulgação
O aplicativo desenvolvido por Mariana Vasconcelos, 23 anos, concorreu com outros 562 finalistas

A invenção rendeu à jovem, que mora na zona rural de Itajubá, no sul de Minas Gerais, o prêmio Call to Innovation 2015 –concurso promovido pela Fiap (Faculdade de Informática e Administração Paulista) e que teve como tema a crise hídrica.

Mariana ganhou como prêmio uma bolsa de estudos para o Graduate Studies Program da Singularity University

Mariana Vasconcelos vence com solução que busca minimizar o desperdício de água nas atividades agrícolas; Jovem ganha bolsa para programa na Singularity University, que fica em um centro de pesquisa da Nasa (agência espacial americana) na Califórnia.

Compartilhe: