Cientistas criam pílula que pode substituir injeção de insulina

Por: Redação

Cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, desenvolveram uma pílula inovadora que promete interromper o desenvolvimento de diabetes do tipo 1 em ratos. Caso funcione nos seres humanos, ela poderá substituir as injeções de insulina em pacientes diabéticos.

Para criar a pílula, os pesquisadores analisaram o que ocorre no pâncreas antes de parar de produzir a insulina. Eles concluíram que o órgão tem um acúmulo significativo de ácido hialurônico nos primeiros estágios da doença.

DNY59/iStock
Por enquanto, os testes com a pílula foram feitos apenas em ratos

“Em vez de tomar insulina para o resto de sua vida, o paciente precisaria tomar apenas a pílula e não teria mais diabetes”, disse Paul Bollyky, professor de doenças infecciosas na universidade, em entrevista ao site ‘The Verge‘.

Nos testes, os ratos que tomaram a pílula não desenvolveram a diabetes tipo 1, isso porque as células T chegaram ao pâncreas para fazer a proteção e não atacá-lo.

No entanto, ratos e seres humanos não reagem da mesma maneira. Em breve, novos estudos com seres humanos serão feitos. Antes de a droga ser aprovada, os cientistas querem aperfeiçoá-la para que seja tomada somente uma vez por semana.

Via Exame

Compartilhe: