Com inscrições abertas, Desafio Inova Paula Souza premia startups

Por: Redação

Estão abertas até 15 de setembro as inscrições para o 5º Desafio Inova Paula Souza de Ideias e Negócios, do Governo do Estado de São Paulo. A novidade deste ano é a premiação dos dois melhores trabalhos em 12 categorias envolvendo projetos de startups.

Com inscrições abertas, 5º Desafio Inova Paula Souza premia startups

Podem participar equipes de até cinco pessoas que desenvolvam um modelo de negócio na plataforma Canvas. É preciso indicar um mentor que será o orientador do grupo.

Ao menos um dos integrantes deve ser aluno, ex-aluno, professor ou funcionário do Centro Paula Souza (CPS). Outro requisito é a publicação de um vídeo de até três minutos de duração (“pitch”) sobre o projeto.

As categorias em disputa são: produção e processo industrial; informação, tecnologias e comunicação; alimentos e produção alimentar; economia, gestão e negócios; gestão pública e sociedade; educação; agronegócio e pecuária; recursos naturais e meio ambiente; saúde, ambiente e segurança; turismo, hospitalidade e lazer; produção cultural e design; e infraestrutura.

Os vencedores serão escolhidos por uma comissão organizadora e por especialistas convidados de cada área. Entre os critérios levados em conta, estão escopo e relevância da ideia, objetividade no preenchimento do Canvas, clareza do “pitch”, viabilidade e potencial de execução econômica e grau de inovação e proteção legal da proposta.

As equipes que atenderem aos requisitos receberão acompanhamento de agentes regionais de inovação do Centro Paula Souza e poderão participar de um “demo day” –um dia de demonstração, que dá às empresas iniciantes a oportunidade de encontrar investidores.

Programa do governo de SP premia startups

Para se inscrever, acesse o site da Agência Inova Paula Souza. Os vencedores da competição serão divulgados no dia 30 de outubro, no mesmo site. Eles irão apresentar seus projetos no fim de novembro, no evento Melhor dos Melhores, na sede do CPS, na capital paulista.

Com informações do Portal do Governo

Compartilhe: