ONG usa realidade virtual no alívio da dor de pequenos pacientes

Por: Redação

A organização Virtual Dream tem um sonho: usar a tecnologia para fazer as crianças doentes de todo o mundo mais felizes, utilizando-a na recuperação de pacientes.

Em busca desse objetivo, seu fundador, o polonês Piotr Łój –que também é designer e produtor de vídeo– resolveu aplicar a realidade virtual no tratamento de pacientes com câncer.

Realidade virtual pode ser aliada no tratamento do câncer

Ele leva óculos de realidade virtual aos hospitais e possibilita que os pacientes assistam a imagens agradáveis. Os resultados podem ser vistos em vídeos que ele divulga na internet, como este:

Uma das ideias de Łój é treinar funcionários de hospitais e voluntários para usar equipamentos que possam aliviar a dor e manter acesos os sonhos dos pequenos. A Virtual Dream também age para levar distração em momentos de procedimentos e tratamentos incômodos.

Imagens amenas ajudam crianças que enfrentam momentos difíceis

“Os vídeos em 360 graus e a realidade virtual estão dando oportunidade de compensar as diferenças dos grupos socialmente excluídos”, afirma o polonês.

Com o objetivo de encontrar usos inovadores e promover a luta contra a exclusão social, a entidade apoia pesquisas relacionadas às novas tecnologias. Também busca colaboradores que possam ser incluídos como desenvolvedores, parceiros, produtores ou doadores.

Compartilhe: