Circo e palhaços no Vale do Anhangabaú

Entre 8 e 12 de dezembro, o Vale do Anhangabaú e imediações recebem lona e atividades circenses de rua em homenagem ao Dia Nacional do Palhaço

Por: Redação | Comunicar erro

Para celebrar o Dia do Palhaço, 10 de dezembro, a Secretaria Municipal de Cultura promove a segunda edição da Revirada, desta vez, com o tema Circo. O local escolhido para abrigar a festa foi o Vale do Anhagabaú que receberá artistas brasileiros e latino-americanos em uma lona especialmente montada em frente ao prédio dos Correios, além de diversas atividades de rua que avançam pelo Bulevar São João.

Na abertura desta Revirada Circo, dia 8 de dezembro, acontece uma performance, às 20h, do grupo Acrobático Fratelli, de São Paulo, nas fachadas de prédios do Vale. No dia seguinte, às 13h, está programado o espetáculo interativo “La mutante varieté”, dos uruguaios do Pambazos Bros. Trata-se de um cabaré de variedades compostos de números cômicos que recorrem ao humor das feiras de horrores itinerantes que visitavam as cidades no começo do século 20.

Do Chile, o grupo El Kote traz o espetáculo “Aquí el único animal soy Yo” (Aqui o único animal sou eu). O solo, que será apresentado dia 10 de dezembro, às 15h, reúne técnicas de malabarismo e improvisação.

O argentino Chacovachi faz sua segunda apresentação em São Paulo, desta vez trazendo o espetáculo “Cuidado!! Un payaso malo, puede arruinar tu vida” (Cuidado, um palhaço mau pode arruinar sua vida ). A performance que será apresentada dia 10, às 16h30 e dia 11, às 13h, estreou em 2005 no Festival de Teatro de Rua de Valladolid, cidade espanhola. Com 24 anos de carreira é um dos mais tradicionais palhaços de rua da Argentina e teve como posto fixo durante 16 anos a praça França de Buenos Aires, capital daquele país.

Do Brasil, marcam presença na Revirada Circo os cariocas do Coletivo Nopok, criado em 2007, a partir da pesquisa de seus integrantes sobre o universo do circo e da comicidade. Para o evento, o grupo traz “No pocket – um espetáculo para todos os bolsos”, que utiliza técnicas de malabares e técnicas de equilíbrio, ou seja, atividades com base no virtuosismo técnico. Apresentações de grupos conhecidos do grande público paulistano como LaMínima e Irmãos Becker também integram a programação.

Em 10 de dezembro, quando se comemora o Dia do Palhaço, que desde 1984 é festejado em diversas capitais brasileiras, a Cooperativa junto com o Centro de Memória do Circo, espaço da Secretaria Municipal de Cultura localizado na Galeria Olido, irá trocar a placa da rua Abelardo Pinto – o nome verdadeiro do palhaço Piolin -, para uma comemorativa. Para tal comemoração haverá uma invasão de palhaços de todas as modalidades pelo centro da cidade, junto com monociclos.

Veja programação completa

8/12

18h – Espetáculo de abertura (Lona)

Banda Circense

Palhaço Picoly

Artistas grafiteiros

M.C Max B.O

Números clássicos com contorcionistas, malabaristas, palhaços e acrobatas das companhias Circo Spacial, Circo dos Sonhos, Circo Stankowich e Circo Zanni

20h – Acrobático Fratelli (SP) – Coreografia nas fachadas de prédios da região

9/12

09h30 – Intervenções

10h – Apresentação dos vencedores da Mostra Competitiva realizada pela Cooperativa Brasileira de Circo (Lona)

11h30 – Intervenções

12h – Apresentação dos vencedores da Mostra Competitiva realizada pela Cooperativa Brasileira de Circo (Lona)

13h – Pambazos Bros (Uruguai) – Espetáculo: La Mutante Varieté

Cabaré de variedades composto por números cômicos e integrado por figuras bizarras. Este espetáculo, assim como os circos antigos, tem uma estrutura de números (Siameses Sarlanga, Plantas Carnívoras e Chico Chicote e O Coelho Transgênico) e apresentadores (Kingston e Winston), usando a estética de “monstros simpáticos”, lembrando, com humor, as “feiras de horrores” itinerantes que visitavam as cidades no começo de 1900 assustando e divertindo ao público.

14h30 – Intervenções

15h – Apresentação dos vencedores da Mostra Competitiva realizada pela Cooperativa Brasileira de Circo (Lona)

16h30 – Coletivo Nopok (RJ) – Espetáculo: No Pocket – um espetáculo para todos os bolsos

Utilizando malabares e técnicas de equilíbrio, o grupo procura atingir o espectador transeunte conduzindo-o a uma experiência onde ele não é apenas um mero espectador, mas um importante elemento no jogo estabelecido.

A cena é uma sucessão de números que exploram o virtuosismo técnico acompanhados por música ao vivo entrelaçados por situações burlescas e inusitadas.

17h30 – Intervenções

18h – Apresentação dos vencedores da Mostra Competitiva realizada pela Cooperativa Brasileira de Circo (Lona)

20h – Circo Dux (RJ) – DUX+3 (Lona)

O espetáculo traz ao público números sensacionais e criaturas extraordinárias que desafiam todas as leis humanas. Equilíbrio, malabares, acrobacia, paradas de mão, muito humor e irreverência em um trabalho para todos os tipos de público. São demonstrações de força, magia e habilidade.

10/12

9h30 – Intervenções

10h – Espetáculo de Variedades (Lona)

11h30 – Intervenções

12h – Espetáculo de Variedades (Lona)

12h30 – Cortejo de rua em comemoração ao Dia do Palhaço

13h – Coletivo Nopok (RJ) – Espetáculo: No Pocket – um espetáculo para todos os bolsos

Utilizando malabares e técnicas de equilíbrio, o grupo procura atingir o espectador transeunte conduzindo-o a uma experiência onde ele não é apenas um mero espectador, mas um importante elemento no jogo estabelecido.

A cena é uma sucessão de números que exploram o virtuosismo técnico acompanhados por música ao vivo entrelaçados por situações burlescas e inusitadas.

13h30 – Intervenções

14h – Espetáculo de Variedades (Lona)

14h – Los Branda (SP) – Espetáculo: Fusca

A incrível destreza do homem, com sua força descomunal, ao lidar com um fusca.

15h – El Kote (Chile) – Espetáculo: Aquí el único animal soy Yo.

Espetáculo solo de circo-teatro que reúne técnicas de malabarismo, improvisação, paródias de cinema americano e humor. A perfeita sintonia entre a música e o movimento poderá levar o público a uma surpreendente idealização de uma imagem surrealista.

16h30 – Chacovachi (Argentina) – Espetáculo: Cuidado! Un payaso malo pude arruinar tu vida

Em sua segunda apresentação no país, o palhaço argentino faz uma performance que estreou em 2005 no Festival de Teatro de Rua de Valladolid, na Espanha. Com 24 anos de carreira é um dos mais tradicionais palhaços de rua da Argentina e teve como posto fixo durante 16 anos a praça França de Buenos Aires.

17h30 – Intervenções

18h – Espetáculo de Variedades (Lona)

19h – Maku Jarrak (Argentina) – Espetáculo: Metro y Médio

Um espetáculo baseado na ação física e comunicação cômica com o público de uma forma ativa. Os momentos técnico e lúdicos fazem parte de um universo cheio de equilíbrio, malabarismos excêntricos e momentos tão cômicos e únicos que levam a um final surpreendente e inesperado.

20h – Circo Dux (RJ) – DUX+3

O espetáculo traz ao público números sensacionais e criaturas extraordinárias que desafiam todas as leis humanas. Equilíbrio, malabares, acrobacia, paradas de mão, muito humor e irreverência em um trabalho para todos os tipos de publico. São demonstrações de força, magia e habilidade.

11/12

11h – Brick House Br (SP) – Xuxu Beleza e Tomate Maravilha

O espetáculo visa mostrar que todos são super-heróis desempenhando as suas funções na sociedade e que não é preciso vestir uniforme para ser um.

12h – Fanfarra (Cesário Lange) e Encontro de Malabaristas

13h – Chacovachi (Argentina) – Espetáculo: Cuidado! Un payaso malo pude arruinar tu vida

Em sua segunda apresentação no país, o palhaço argentino faz uma performance que estreou em 2005 no Festival de Teatro de Rua de Valladolid, na Espanha. Com 24 anos de carreira é um dos mais tradicionais palhaços de rua da Argentina e teve como posto fixo durante 16 anos a praça França de Buenos Aires.

14h – Los Branda (SP) – Espetáculo: Fusca

A incrível destreza do homem, com sua força descomunal, ao lidar com um fusca.

15h – Maku Jarrak (Argentina) – Espetáculo: Metro y Médio

Um espetáculo baseado na ação física e comunicação cômica com o público de uma forma ativa. Os momentos técnico e lúdicos fazem parte de um universo cheio de equilíbrio, malabarismos excêntricos e momentos tão cômicos e únicos que levam a um final surpreendente e inesperado.

16h – Encontro de Malabaristas

16h30 – Intervenções

17h – Espetáculo de Variedades (Lona)

18h – Los Gusanos (Chile) – Espetáculo: El mundo dentro de un globo

O mundo em um balão, onde desde o início o palhaço Zirpape mostra suas habilidades e competências com balões.

19h30 – Circo Amarillo (SP/ Argentina) – Experimento Circo

12/12

11h – Irmãos Becker (SP) – Espetáculo: Circo Malabarístico

Dois malabaristas cômicos demonstram de modo criativo e bem humorado o malabarismo clássico e o experimental com novos planos, formas e materiais, (como cones de trânsito) provocando a platéia a participar do espetáculo do início ao fim.

12h – Du Circo (SP) – Espetáculo: O Omelete

Artista circense, malabarista profissional e palhaço, Du Circo usa sua minibicicleta para fazer algumas manobras atrapalhadas. Na sequência, desenvolve varias habilidades ligadas ao malabarismo, com suas raquetes de tênis, cartolas e bolas de cristal, resultando em um omelete.

13h – Circo Delírio (Argentina/ Uruguai) – Espetáculo: Cabaret do Mercosul

Um original show de variedades circense composto de malabarismo, acrobacias, equilíbrios e comédia física, onde as cenas são enriquecidas com efeitos sonoros. Tudo com base na forte pesquisa que o grupo vem desenvolvendo desde 2003. Os artistas multidisciplinares entram e saem de cena realizando números como: duplo equilíbrio com malabarismo em uma escada de quatro metros de altura, acrobacias extremas e até um duelo de bananas.

14h – Los Branda (SP) – Espetáculo: Fusca

A incrível destreza do homem, com sua força descomunal, ao lidar com um fusca.

14h30 – Intervenções

15h – Espetáculo de Variedades (Lona)

16h30 – Intervenções

17h – Espetáculo de Variedades (Lona)

18h – Circo Ve (Argentina) – Espetáculo: Los Prismáticos

Desde o início do show, dois personagens tentam confundir o público com seus comportamentos e suas roupas. Obcecados pelo reconhecimento do público, eles começam a realizar peripécias e isso leva a uma competição.

19h30 – La Mínima (SP) – Espetáculo: Reprise

Dois palhaços chegam para uma apresentação e descobrem que foram contratados para o mesmo local e horário. Ambos decidem fazer o espetáculo em conjunto. Mas como uma coisa eles não contavam. No decorrer do show, descobrem que juntos seus talentos se multiplicam e também é uma oportuna maneira de renovar seu repertório.

Compartilhe:

1 / 8
1
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
2
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
3
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …
4
04:15
Bolsonaro recuará na indicação de Eduardo para embaixada ?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admite, pela primeira vez, que existe a possibilidade dele não indicar seu filho, o deputado …
5
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
6
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
7
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
8
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …