Cinemateca exibe “Horror no Cinema Brasileiro”

A mostra tem curadoria de Eugenio Puppo

Por: Redação | Comunicar erro
divulgação
"O Lobisomem" é um dos destaques da programação

Em parceria com a Heco Produções, a Cinemateca Brasileira recebe mais uma retrospectiva “Horror no Cinema Brasileiro”. 

As sessões acontecem nesta sexta, 15, às 0h, no sábado, 16, às 2h e às 4h, e na quarta, 20, às 21h.

Neste mês, as atrações são os longas “O Lobisomem”, de Elyseu Visconti, “Triologia de Terror” de José Mojica Marins, Ozualdo Candeias e Luiz Sérgio Persone, e “Fantasmas por Acaso”, de Moacyr Fenelon.

 

O

O Lobisomem (Rio de Janeiro, 1946, pb, 104’, dir.: Elyseu Visconti)

O segundo longa-metragem de Visconti, fotografado por ele e Rogério Sganzerla, narra a história de um milionário que se transforma em lobisomem à meia noite.

Fantasma

Fantasma por Acaso (Rio de Janeiro, 1946, pb, 104’, Moacyr Fenelon)

O empregado de um escritório de uma empresa de aviação morre atropelado. No céu, se encontra com o espírito do pai do seu patrão e recebe a oportunidade de voltar à terra para ajudar seu chefe, envolvido em confusões amorosas.

Trilogia

Trilogia de Terror (São Paulo, 1968, pb, 101’, dir.: José Mojica Marins, Ozualdo Candeias e Luiz Sérgio Person)

Adaptando histórias de horror apresentadas na série de TV apresentada por Zé do Caixão “Além do Além”, o longa é composto por três episódios. Em “Pesadelo Macabro”, de José Mojica Marins, um rapaz cataléptico é atormentado por pesadelos nos quais é enterrado vivo.

Em “O acordo”, de Ozualdo Candeias, uma mulher faz um pacto com o demônio em troca do casamento da filha solteira. Em “Procissão dos Mortos”, de Luiz Sérgio Person, um operário enfrenta guerrilheiros fantasmas que surgem à noite.

Compartilhe: