Instituto Moreira Salles recebe obras do artista Charles Landseer

Exposição traz retratos do Brasil e de Portugal feitos pelo artista durante expedição

Por: Redação
divulgação
Crédito: DORIS SOCHACZEWSKIArtista fez as pinturas para uma missão diplomática britânica

A partir do dia 10 de maio, o Instituto Moreira Salles recebe os desenhos do artista Charles Landseer, com horário de visitação das 13h às 19h, de terça à sexta-feira, e das 13h às 18h aos sábados e domingos. “Charles Landseer: desenhos e aquarelas de Portugal e do Brasil – 1825-1826” tem entrada Catraca Livre e vai até o dia 10 de julho.

Com curadoria de Leslie Bethell, professor emérito de história latino-americana na Universidade de Londres, a maior exposição individual das imagens feitas por Landseer como artista oficial da missão diplomática britânica reúne desenhos e aquarelas e mais dois óleos, estes últimos feitos pelo artista anos após a missão, baseando-se nos registros feitos em Brasil e Portugal.

Charles Landseer (1799-1879)

Landseer é considerado um dos mais importantes artistas viajantes que visitaram o Brasil nas duas décadas posteriores a 1808 – como Nicolas Antoine Taunay, Jean-Baptiste Debret, Thomas Ender, Johann Moritz Rugendas, Augustus Earle e o botânico William John Burchell, este também integrante da missão Stuart.

Durante os três meses que passou em Portugal, Landseer fez mais de 90 desenhos e aquarelas dos mosteiros, igrejas, palácios e castelos de Lisboa e das localidades vizinhas, assim como do povo das ruas lisboetas: marinheiros, barqueiros, camponeses, trabalhadores, mendigos, padres e frades.