Região da capital dos EUA: destino para estar em meio à natureza

Por: Pra Onde vai Agora? | Comunicar erro

Quando falamos em viajar para aproveitar a natureza, logo pensamos em lugares muito distantes da ‘civilização’. No entanto, quem gosta do melhor dos dois mundos – atrações da cidade e belezas naturais – pode ter uma ótima oportunidade de unir o útil ao agradável ao visitar a região da capital dos Estados Unidos.

Composto por Washington, DC, Virgínia e Maryland, este pedaço do país ainda é pouco explorado pelos brasileiros, mas possui tantas atrações que merece entrar na sua lista de lugares para conhecer. Veja alguns destaques:

Rock Creek Park

Localizado a apenas 15 minutos de carro do centro de Washington, DC, o parque Rock Creek foi fundado em 1890 pelo Congresso dos Estados Unidos como uma alternativa de lazer para a capital da nação. São 7.284 km² de extensão (para efeito de comparação, o Parque Ibirapuera em São Paulo possui 1.584 km²), tem entrada gratuita e é muito procurado tanto pelos moradores da região quanto por turistas em busca de belas paisagens e sossego.

O local possui várias trilhas para caminhadas e pedaladas e até trilhas equestres! O Rock Creek Horse Center fica dentro do parque e oferece passeios a cavalo com duração de uma hora por 40 dólares.

Repleto de carvalhos e rochas, o parque ainda é cortado por um riacho que aumenta a sensação de sintonia com a natureza no local. O barulho da água seguindo seu curso é um detalhe especial que deixa o passeio mais do que encantador.

Outra opção de lazer que a área verde oferece aos visitantes é um espaço para piqueniques que, durante os finais de semana, vive repleto de famílias.

O Parque também possui um planetário gratuito que usa um software especial para projetar uma imagem do céu noturno em um teto em forma de cúpula. Ali a equipe explica aos visitantes sobre a galáxia e o sistema solar. Crianças ficam fascinadas.

Shenandoah National Park

Localizado no estado da Virginia, a 120 km da capital, o Parque Nacional de Shenandoah (o valor da entrada para um carro de passeio, independente do número de ocupantes, é de 20 dólares) é um verdadeiro paraíso natural.

Ao longo de seus 800 km² de extensão, o local possui diversas trilhas para caminhada, incluindo uma das mais famosas (e longas) dos Estados Unidos, a Appalachian Trail, que vai do estado do Maine até o estado da Geórgia e possui cerca de 160 km de trajetória – não é para muitos!

Outra trilha bastante popular do parque é a Old Rag que tem um íngreme e sinuoso caminho de 14,5 km e leva cerca de 8 horas para ser percorrida.

Mas se você é parte do time que curte apenas contemplar a natureza, sem fazer muito esforço, Shenandoah também possui muitas trilhas levinhas e gostosas de percorrer. A preferida dos visitantes é a Stony Man que é facilmente percorrida em menos de uma hora (ida e volta) por pessoas de todas as idades – é muito comum encontrar idosos e crianças pelo caminho, portanto, pode ir sem medo! A vista do local é uma das mais bonitas de Shenandoah e vale o passeio.

Se nem mesmo trilhas levinhas de caminhada fazem sua cabeça, há a opção de passear pelo parque a cavalo ou apenas aproveitar o ar puro da natureza para descansar se hospedando em algum hotel dentro do próprio parque (veja as opções aqui).

Cavernas de Luray

Você acha que visitar cavernas é atividade exclusiva para aventureiros radicais? Então pode começar a mudar seus conceitos. Na pequenina cidade de Luray, no estado da Virgínia (a 90 minutos de carro de Washington, DC), está localizado um tesouro natural de uma beleza avassaladora: as Cavernas de Luray.

Descoberto em 1878, este complexo de cavernas tem idade estimada de 4 milhões de anos. Segundo pesquisadores, Luray teria iniciado as bases de sua formação ainda quando as Américas se separavam da África.

Repleto de enormes estruturas rochosas, estalactites, estalagmites e piscinas naturais, o local foi totalmente estruturado para receber visitantes. O piso é pavimentado, há corrimãos em todos os espaços e iluminação.

São várias salas com formações impressionantes. Um dos espaços de maior sucesso entre os visitantes é a sala onde se encontra o “Stalacpipe Organ”, um instrumento musical que, conectado às estalactites, emite notas distintas e a cada 20 minutos toca uma música automaticamente.

O valor da entrada para adultos é de US$ 26 e crianças entre 6 e 12 anos pagam US$ 14 – crianças de até 5 anos não pagam.

Parques e montanhas

Em Frederick County, no estado de Maryland (a menos de uma hora de Washington, DC), estão localizadas as Montanhas Catoctin que formam uma região de 90 km da cadeia Blue Ridge Mountains nos EUA. Nos seus picos, que chegam a 570 metros, os visitantes encontram uma riqueza de oportunidades recreativas, incluindo pescar, caminhar, fazer trilha ou acampar.

Para quem gosta de estar em contato com a natureza, há duas maravilhosas opções na região: Catoctin Mountain Park e o Cunningham Falls State Park, ambos famosos por suas belezas.

Muito próximo dos parques, há outra atração bastante procurada pelos turistas, a Roody Road Covered Bridge em Thurmont. A ponte coberta construída em 1860, tem apenas 12 metros de comprimento e está em excelente estado de conservação.

*Tuka Pereira, do blog Pra Onde Vai Agora, viajou a convite da Capital Region USA (CRUSA) e United Airlines.

Compartilhe:

Autor: Pra Onde vai Agora?

Se desta vida não se leva nada, vamos sair pelo mundo e coletar memórias de lugares maravilhosos! Pra onde você vai agora?

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Pra Onde vai Agora? da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.