A partir do dia 7 de dezembro, entra em cartaz no Espaço Sesc, em Copacabana, a montagem “Dizer e não pedir segredo” que põe em cena o universo da homossexualidade no Brasil. A temporada vai até 23 de dezembro na Sala Multiuso, com sessões de sexta a sábado, às 20h, e aos domingos, às 18h. Os ingressos custam R$ 20.

Sob a direção de Luiz Fernando Marques, a peça inaugura o Coletivo Teatro Kunyn, de São Paulo, voltado à questão de gênero, formada por Ivan Kraut (em memória), Luiz Fernando Marques, Luis Gustavo Jahjah, Paulo Arcuri e Ronaldo Serruya, os três últimos, também no elenco.

Divulgação

Créditos: Divulgação

“Dizer e não pedir segredo” fica em cartaz até 23 de dezembro

O livro “Devassos no Paraíso - A homossexualidade no Brasil, da Colônia à Atualidade”, de João Silvério Trevisan, foi o ponto de partida da pesquisa do grupo. A peça já ganhou o prêmio ProAC LGBT, que incentiva manifestações culturais com temática, e foi indicada ao prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro, além de ter conquistado o Prêmio Funarte Myriam Muniz.

A encenação é construída com a cumplicidade da plateia, que assiste às cenas dentro do próprio espaço cênico, dentro de uma sala, que representa o que poderia ser a sala de qualquer família brasileira, lugar onde muitas vezes, por hipocrisia ou medo, nada se revela.

Dizer e não pedir segredo

07 Dez
a
23 Dez

  • de 7 a 23/12
    • Domingos às 18:00
    • Sextas e Sábados às 20:00

Espaço Sesc
Rua Domingos Ferreira, 160 Copacabana - Sul Rio de Janeiro - RJ (21) 2547-0156
R$ 20*
* R$ 5 para associados Sesc. * R$ 10 (meia-entrada).