No início do século XX,  o olhar atento de Augusto Malta fotografou o cotidiano da cidade e as transformações por que passou o Rio de Janeiro durante a reforma urbana. Um século depois, o fotógrafo inspira uma exposição no Sesc Copacabana, onde suas fotos serviram como ponto de partida para o trabalho de jovens artistas contemporâneos. A exposição “Augusto Malta – Subversões poéticas” foi aberta hoje e tem entrada gratuita.

divulgação

Créditos: divulgação

Dois tempos de Copacabana se unem na exposição

Curador da mostra, Edu monteiro quis criar um diálogo entre passado e presente quando convidou oito artistas cariocas para reinterpretar as imagens de Copacabana feitas por  Malta. A partir das novas teorias conceituais, aparatos tecnológicos e cruzamentos com outras artes, os fotógrafos contemporâneos Ana Dalloz, Camila Marchon, Guillermo Giansanti, Juliana Borzino, Leo Lima, Marcelo Carrera, Marrytsa Mello e Paula Monte tiveram a liberdade para transitar entre realidade e ficção.   Juntos, eles produziram  35 obras para a exposição.

As técnicas exploradas por eles vão desde a fotografia em preto e branco a uma instalação com áudios dos moradores de Copacabana.

Ligado à exposição, será realizado um curso de fotografia artesanal em pinhole.

“Augusto Malta – Subversões poéticas”

13 Nov
a
03 Fev

  • de 13/11 a 03/02
    • Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 14:00 às 18:00

Espaço Sesc
Rua Domingos Ferreira, 160 Copacabana - Sul Rio de Janeiro - RJ (21) 2547-0156
Catraca Livre