Divulgação

Créditos: Divulgação

Dr. Jekyll acaba se tornando cobaia de seu próprio experimento e trazendo a tona sua metade perversa

A fuga do homem de si mesmo. A princípio, o tema nos parece melancólico, mas George Osterman conseguiu, com a companhia Teatro do Ridículo de Nova Iorque, levar o humor e a ironia ao tema da dualidade da personalidade. Sua versão do clássico 'O médico e o monstro', com montagem teatral de César Augusto, ocupa o Teatro Municipal Café Pequeno até 3 de fevereiro, ingressos a R$ 30.

Na trama do musical, inédito no Rio de Janeiro, Dr. Jekyll, acreditando ter encontrado uma fórmula capaz de separar o indivíduo de seu próprio comportamento, acaba se tornando cobaia de seu próprio experimento. Assim, ele traz à tona seu lado perverso: Edward Hyde. O médico cria então uma poção mágica que, combinada com o café intragável de sua empregada Minerva, o transforma em Edward Hyde: a personificação da maldade.

A montagem conta com sete atores: Bruce Gomlevsky, como protagonista, Débora Lamm, Erica Migon, Hugo Resende, Isabel Cavalcanti, Marcelo Olinto e Michel Blois

O médico e o monstro

03 Jan
a
03 Fev

  • de 03/01 a 03/02
    • Quintas, Sextas, Sábados e Domingos às 20:00

Teatro Municipal Café Pequeno
Avenida Ataulfo de Paiva, 269 Leblon - Sul Rio de Janeiro - RJ (21) 2294-4480
R$ 30