Divulgação

Créditos: Divulgação

'Grande Circo', de Ana Prata, está entre as 56 obras expostas

No presente, retratos que evidenciam o passado, lugares quase sempre vazios e anônimos. Do conceito Terrain Vague (terreno vago), a exposição “Lugar Nenhum” apresenta 56 obras – de pinturas a fotografias – realizadas por oito artistas brasileiros contemporâneos. De 2 de março a 2 de junho, no Instituto Moreira Salles, com entrada Catraca Livre.

Com assinaturas de Ana Prata, Celina Yamauchi, Lina Kim, Luiza Badan,Marina Rheingantz,  Rodrigo Andrade, Rubens Mano e Sofia Borges, o acervo reúne percursos e referências distintas que, postos lado a lado, sugerem um sentido comum.

Pincéis na mão e trabalhos baseado em imagens fotográficas retiradas de livros, revistas, jornais, arquivos pessoais ou da internet. Os fotógrafos, por sua vez, cada um a seu modo, demonstram a mesma liberdade do pintor para interferir na cena registrada, seja modificando o lugar fisicamente, como faz Rubens Mano, seja por manipulações digitais, como fazem Lina Kim, Celina Yamauchi e, em alguns trabalhos, Sofia Borges.

'Lugar Nenhum'

05 Mar
a
31 Mai

  • de 03/03 a 02/06
    • Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 11:00 às 20:00

Instituto Moreira Salles Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476 Gávea - Sul Rio de Janeiro - RJ (21) 3284-7400
Catraca Livre