A Ocupação Arte Sonora invade o Castelinho do Flamengo por dois meses para realizar atividades relacionadas ao som. A abertura acontece na sexta, dia 6, a partir das 19h. A visitação acontece de 7 de março a 26 de abril, das 10h às 18h, com entrada Catraca Livre.

Saulo Laudares e Franz Manata / foto poe Pedro Victor Branduo

Créditos: Saulo Laudares e Franz Manata / foto poe Pedro Victor Branduo

Os artistas Saulo Laudares e Franz Manata trabalham desde 1996 com o universo do comportamento e da cultura da música eletrônica contemporânea.

A proposta partiu dos artistas Franz Manata e Saulo Laudares que transferiram seus ateliês para o espaço e convidaram artistas, DJ’s, músicos e pesquisadores para apresentarem instalações, performances, vídeos, live PAs, DJ sets e palestras. Além disso, os participantes devem realizar gravações dos novos podcasts e mixtapes do projeto.

Os artistas apresentam trabalhos que transitam entre instalações, objetos sonoros, vídeos e performances, que cruzam arte e som nas mais variadas direções.

Há ainda uma mostra documental apresentando registros fotográficos dos cursos e happenings, além do material visual e gráfico produzido ao longo dos anos. Os visitantes podem acessar o conteúdo dos programas produzidos ao longo do projeto.

Confira as atividades da ocupação:

Práticas de Estar Com / Divulgação

Créditos: Práticas de Estar Com / Divulgação

Performance Práticas de Estar Com, de Anna Costa e Silva.

Apresentações priorizam os aspectos da oralidade enquanto negociação, como na performance Práticas de Estar Com de Anna Costa e Silva, que durante três horas convida os participantes a interagir e se comunicar de maneira não convencional e íntima com sua dupla, o espaço, a artista e o tempo; ou o som como estrutura imagética, como em Cruz da Moça de Leliene Rodrigues, que investiga uma fábula popular no interior de Minas Gerais e tece uma nova ficção.

Apresentam vídeo: Beatriz Pimenta, Lara Leal, Leliene Rodrigues, Luiza Porto, Luisa Puterman, Tais Monteiro.

Participam das performances: Anna Costa e Silva, Mila Bartiloti, Beatriz Pimenta, Leandra Lambert, Ricco Garcia.

My Mistake / divulgação

Créditos: My Mistake / divulgação

My Mistake, instalação de Vivian Caccuri.

- Marcelo Mudou se apropria de aparelhos e equipamentos obsoletos criando objetos sonoros e instalações que contam fábulas.

- Vivian Caccuri traz My Mistake, instalação que usa chaves coletadas em chaveiros nas vizinhanças dos bairros do Flamengo, Catete e Glória. As chaves cobrem grande extensão de sua sala e podem ser manipuladas pelo público, revelando diferentes tonalidades de som metálico.

Leandra Lambert / divulgação

Créditos: Leandra Lambert / divulgação

Objetos de Leandra Lambert

- Leandra Lambert versa sobre o silêncio ao criar objetos oníricos e poéticos que resgatam uma memória sonora e afetiva.

Dancing / divulgação

Créditos: Dancing / divulgação

Instalação do duo Franz Manata e Saulo Laudares

- Os artistas Franz Manata e Saulo Laudares apresentam um neon vermelho com a palavra Dancing, trabalho que incorpora o espaço e convida os presentes a lembrar da sua última experiência em uma pista de dança.

- A arquitetura eclética do centro cultural tem sua ecologia acústica investigada por Caio Cesar Loures que, com seu Panopticon, microfona escadas, corredores, banheiros e transmite os sons para uma sala no terceiro andar.

Apresentação de registros fotográficos dos cursos e happenings, além do material visual e gráfico produzido ao longo dos anos:

- 12 podcasts abordam percurso, obras e interesses dos artistas que tem o som como um dos elementos estruturadores de suas poéticas.

- 12 mixtapes apresentam artistas, críticos e pensadores da cultura contemporânea selecionando faixas afetivas que apresentam seu universo sonoro e a influência da música em seu trabalho. As mixtapes podem ser de funk, mpb, pop, étnico, clássico, regional, entre outros.

- 8 programas históricos apresentam a formação da arte sonora como campo sensível, do início do século XX até os dias atuais, abordando suas principais questões, artistas e obras.

Todo o material produzido está sob copyleft e disponibilizado, gratuitamente, em exst.net/artesonora.

Atividades do ateliê de Franz Manata e Saulo Laudares:

- As quartas e sextas-feiras serão dedicadas à prática desenvolvida pelo duo desde 1998, que consiste em um espaço coletivo de experiências sonoras, onde artistas, pesquisadores, DJs, músicos e o público compartilham seus interesses e pesquisas em torno do som.

- Além das conversas e gravações dos novos podcasts com Arto Lindsay, Cabelo, Fausto Fawcett e o maestro Gilberto Mendes, haverá Jams, pocket shows, lives e DJ sets. Passarão por lá os coletivos Nuvem, Domina, Rádio Lixo, Rádio Magma, os DJs Pedro Manara, Sean Diss, Baghavan David, BQVC, Pedro Victor Brandão, πollanda, O Agrimensor, e a dupla IOIA (Glaucia Mayer + Antonio Antmaper).

Ocupação Arte Sonora

06 Mar
a
26 Abr

  • Sex 06/03
    • das 19:00 às 22:00
  • diariamente de 07/03 (Sáb) a 26/04 (Dom)
    • das 10:00 às 18:00

Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho – Castelinho do Flamengo
Rua Buarque de Macedo, 158 Flamengo - Sul Rio de Janeiro - RJ
Catraca Livre
add Google Agenda