O multi-instrumentista, compositor e mestre da improvisação Hermeto Pascoal completou 80 anos e nada mais justo que uma exposição para homenageá-lo. O Teatro Municipal de Niterói recebe na sala anexa Carlos Couto a exposição "Hermeto Pascoal 80 Anos". Com curadoria de Teca Nicolau, a mostra fica em cartaz de 26 de outubro a 30 de novembro, com visitação de terça a sexta, das 10h às 19h, sábados e domingos de 15h às 19h. A entrada é Catraca Livre.

1/3

Crédito da imagem: Divulgação

Exposição homenageia 80 anos de Hermeto Pascoal

2/3

Crédito da imagem: Divulgação

Mostra traz objetos e referências do artista

3/3

Crédito da imagem: Divulgação

Exposição fica em cartaz no Teatro Municipal até 30 de novembro

  • Crédito da imagem: Divulgação

    1/3

    Exposição homenageia 80 anos de Hermeto Pascoal

  • Crédito da imagem: Divulgação

    2/3

    Mostra traz objetos e referências do artista

  • Crédito da imagem: Divulgação

    3/3

    Exposição fica em cartaz no Teatro Municipal até 30 de novembro

"A exposição conta um pouco da história, genialidade e irreverência de Hermeto, compositor, arranjador e multi-instrumentista brasileiro (...).  Ímpar em seu processo criativo e de manifestação musical, a todo momento registra composições em quaisquer objetos ao alcance de suas mãos, tornando-os como bases para partituras com a mesma habilidade que extrai sons e notas melódicas de objetos inusitados", descreve Fabio Pascoal.

Durante a abertura da mostra, que acontece no dia 25 de outubro, às 20h, o artista lança e autografa seu mais novo DVD, intitulado "Hermeto Brincando de Corpo e Alma". No trabalho, Hermeto transforma o corpo em vários instrumentos musicais.

Hermeto Pascoal

Nascido em Olho d'Água e criado em Lagoa da Canoa, no estado de Alagoas, em 22 de junho de 1936, Hermeto Pascoal teve uma infância bem humilde. Filho de Vergelina Eulália de Oliveira e Pascoal José da Costa, desde pequeno esteve em contato constante com a natureza e, consequentemente, teve o lado criativo e musical aflorado.

A partir de um cano de mamona de jerimum (abóbora), fazia um pífano e ficava tocando para os passarinhos. Ao ir para a lagoa, passava horas tocando com a água. O que sobrava de material do seu avô ferreiro, ele pendurava num varal e ficava tirando sons. Até o acordeão de 8 baixos de seu pai, de sete para oito anos, ele resolveu experimentar e não parou mais. Isso explica as suas referências, que, ao contrário da maioria dos artistas, não apontam para os grandes ícones e sim para a natureza e para a sua própria família.

Exposição "Hermeto Pascoal 80 Anos"

25 Out
a
30 Nov

Ter 25/10 às 20:00 
De 26/10 a 30/11:   Terças,  Quartas,  Quintas e  Sextas das 10:00 às 19:00  Sábados e  Domingos das 15:00 às 19:00

Teatro Municipal de Niterói
Rua Quinze de Novembro, 35 Centro - Centro Niterói - RJ (21) 2620-1624
Catraca Livre