Resultado de uma intensa viagem do fotógrafo Cesar Fraga por países africanos, a mostra “Sankofa: Memória da Escravidão na África”, chega à Caixa Cultural com mais de 50 fotografias - acompanhadas de textos, que relatam as características de cada um dos nove países visitados. Em cartaz até 22 de dezembro, de terça-feira a domingo, a exposição tem entrada Catraca Livre.

Num total de 250 itens, a mostra ainda conta com totens multimídia e traz o mapa africano plotado no piso da Galeria 1, a fim de expor aspectos ligados à ascendência de milhões de brasileiros.

1/3

Crédito da imagem: Cesar Fraga

Ao todo

2/3

Crédito da imagem: Cesar Fraga

3/3

Crédito da imagem: Cesar Fraga

Desses países, saiu boa parte dos 11 milhões de homens e mulheres feitos cativos, quase metade tendo o Brasil como destino, ao longo de 350 anos

  • Crédito da imagem: Cesar Fraga

    1/3

    Ao todo

  • Crédito da imagem: Cesar Fraga

    2/3

  • Crédito da imagem: Cesar Fraga

    3/3

    Desses países, saiu boa parte dos 11 milhões de homens e mulheres feitos cativos, quase metade tendo o Brasil como destino, ao longo de 350 anos

Sankofa é um mítico pássaro africano de duas cabeças, que, segundo a concepção nativa, simboliza voltar ao passado para dar outro sentido ao presente -por isso foi escolhido para ser o nome da mostra.

Curiosidades em relação às proximidades culturais entre o Brasil e os países africanos que comercializavam escravos são colocados em exposição - como tráfico humano, crenças, mitos, misérias e riquezas dos povos locais.

Em 60 dias, Cesar fotografou e vivenciou países como Cabo Verde, Senegal, Guiné-Bissau, Gana, Togo, Benim, Nigéria, Angola e Moçambique.

Exposição Sankofa | Memória da Escravidão na África

21 Out
a
22 Dez

De 21/10 a 22/12:   Terças,  Quartas,  Quintas,  Sextas,  Sábados e  Domingos das 10:00 às 21:00

Caixa Cultural Rio de Janeiro
Avenida Almirante Barroso, 25 Centro - Centro Rio de Janeiro - RJ (21) 3980-3815
Estação do Metrô da Carioca
Catraca Livre