O Centro Cultural Light (CCL) foi construído no prédio histórico da sede da Light, empresa distribuidora de energia, no centro da cidade. A importância deste prédio para a memória do Rio levou o governo federal a decretar o tombamento de sua fachada, em 1985. Entre as várias utilizações que teve desde que foi construído, em 1911, uma das mais curiosas foi ter abrigado uma garagem de bondes onde, a partir de 1994, passou a funcionar o CCL.

Guardião de um rico acervo histórico sobre a empresa, a cidade e o Estado, o CCL já teve no apoio às artes um de seus principais focos. Atualmente dedica-se a um projeto educacional denominado Centro Cultural Light para Estudantes, onde as crianças podem aprofundar seus conhecimentos sobre a história da eletricidade e da Light.

Esse projeto, iniciado em junho de 2002, já beneficiou cerca de 150 mil estudantes e professores, e vem cumprindo o seu objetivo de formar e consolidar nas novas gerações a imagem da Light como uma empresa profundamente ligada à comunidade, comprometida com a prestação de serviços de qualidade, com responsabilidade social e ambiental.