Fundada por  Mário Veiga de Almeida, a universidade passou a contar com ensino superior desde 1972, ano em que foi criada a Escola de Engenharia Veiga de Almeida, com os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica. Em 1992, a criação de novos cursos leva ao reconhecimento e oficialização por parte do Ministério da Educação e Cultura (MEC), da Universidade Veiga de Almeida, que conta hoje com 4 campi e um centro de excelência em saúde.