Últimas notícias:

Loading...

Já são 28 os casos suspeitos de hepatite monitorados no Brasil

Sete estados notificaram a suspeita da doença. Ainda não se sabe o que está causado a inflamação no fígado de crianças saudáveis

Por: Redação

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira, 12, que investiga 28 casos suspeitos de hepatite aguda infantil de origem desconhecida no Brasil.

Os registros são de São Paulo (8), Rio de Janeiro (7), Minas Gerais (4), Paraná (3), Espírito Santo (2), Pernambuco (2) e Santa Catarina (2). Os casos ainda não são conclusivos e aguardam novos exames para confirmação da doença.

ministério da saúde
Crédito: Marcello Casal Jr/Agência BrasilO Ministério da Saúde orienta que profissionais de saúde informem à autoridade sanitária os casos suspeitos da doença

“Os centros de informações estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) e a Rede Nacional de Vigilância Hospitalar (Renaveh) monitoram qualquer alteração do perfil epidemiológico, bem como casos suspeitos da doença”, informou a pasta em comunicado.

O Ministério da Saúde orientou os profissionais de saúde a notificar imediatamente à autoridade sanitária os casos suspeitos da doença.

Surto de hepatite aguda

A hepatite aguda de origem desconhecida está acometendo crianças em, ao menos, 20 países. A doença que é uma inflamação do tecido do fígado se manifesta de forma muito severa, fazendo com que em muitos casos seja necessário transplante do órgão.

Existem vários tipos diferentes da doença, incluindo hepatite A, B, C, D e E. No entanto, o que chama atenção é que que nenhum caso do surto até agora deu positivo para os vírus típicos da doença.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há pelo menos menos 348 prováveis casos em investigação em 20 países. Uma morte foi confirmada pela agência de saúde da ONU.

exame de sangue
Crédito: Gilaxia/istockDoença de origem misteriosa é investigada em vário países

Em comunicado divulgado em 23 de abril, a OMS disse que não há relação entre a doença e as vacinas utilizadas contra a covid-19, pois a grande maioria das crianças afetadas não recebeu a vacinação contra o coronavírus.

A hipótese mais forte até agora é que os casos possam estar ligados ao adenovírus do tipo 41, comumente associado a resfriados, mas que também pode causar pneumonia, diarreia e conjuntivite. Essa possível ligação ainda está em estudo e há muitas perguntas sem respostas.

Sintomas

A maioria das crianças com a doença tem menos de cinco anos. Os primeiros sintomas geralmente incluem diarreia seguida de icterícia.

Outro sintoma importante de hepatite aguda é a dor intensa quando o abdômen é tocado. Essa sensibilidade é sentida na parte superior direita, que é onde o fígado está localizado.

icterícia
Crédito: Dean Mitchell/istockIcterícia, condição que deixa a pele e a parte branca do olho amareladas, é um dos principais sintomas de hepatite

De acordo com a Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido (UKHSA), os sintomas de inflamação no fígado mais observados em crianças até agora foram:

Icterícia (71%)
Vômitos (63%)
Fezes pálidas (50%)
Diarreia (45%)
Náusea (31%)
Dor abdominal (42%)
Letargia (cansaço) (50%)
Febre (31%)
Sintomas respiratórios (19%)

Compartilhe:

Tags: #Doença