Bebê é primeiro morto por sarampo no Rio em 20 anos

Campanha de vacinação, que foca em crianças e jovens, vai até dia 13 de março; saiba onde encontrar a vacinar

Por: Redação

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou a primeira morte por sarampo em 2020. Trata-se de um bebê de 8 meses que vivia em um abrigo em Nova Iguaçu. Ele foi internado com quadro de pneumonia, e morreu 15 dias depois.

De acordo com o jornal O Globo, além do bebê, duas crianças e uma funcionária do abrigo também contraíram o vírus, mas foram curadas.

bebê com manchas vermelhas na perna
Crédito: SpukkatoBebê é primeira vítima de sarampo no Rio em duas décadas

O secretário estadual de Saúde Edmar Santos informou que as crianças do abrigo foram vacinadas no ano passado. Porém, a vítima não foi imunizada, na época, porque tinha menos de seis meses.

Campanha de vacinação

O Ministério da Saúde lançou nessa semana a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. No ano passado, o país registrou 18,2 mil casos da doença, em 526 municípios. Houve 14 óbitos em São Paulo e um em Pernambuco.

O objetivo da campanha é interromper a circulação do vírus e controlar os casos da doença no Brasil.

A vacina tríplice viral, que ainda protege contra caxumba e rubéola, está disponível nos postos de saúde de todo o Brasil, com foco crianças e jovens entre 5 e 19 anos. A meta é imunizar mais de 3 milhões de pessoas até dia 13 de março, último dia da campanha.

Esquema vacinal contra o sarampo

O esquema vacinal contra o sarampo para crianças é de uma dose aos 12 meses (Tríplice Viral) e outra (a Tetra Viral) aos 15 meses de idade.

Para adolescentes e adultos até 49 anos:

Até os 29 anos – duas doses, podendo ser da Tríplice ou Tetra Viral

Dos 30 aos 49 anos – dose única, podendo ser da Tríplice ou Tetra Viral

Quem já tomou duas doses durante a vida, da Tríplice ou da Tetra, não precisa mais receber a vacina.

Causado por um vírus, o sarampo é uma doença infecciosa grave, que pode levar à morte. A transmissão ocorre por via aérea, ou seja, quando a pessoa infectada tosse, fala ou respira próximo de outras pessoas.

Saiba mais sobre a doença no link abaixo:

Compartilhe: