Cada pessoa ingere até 121 mil partículas de plástico por ano

As micropartículas estão presentes na água, em peixes, no sal e até em alimentos embalados com o material

Por: Redação
plástico no mar
Crédito: Magnus Larsson/istockGrande parte do plástico produzido no mundo vai parar nos oceanos

Um grupo de cientistas do Departamento de Biologia da Universidade de Victoria, no Canadá, alertaram para a forte presença do microplástico na cadeia alimentar e chegou a conclusão de que cada pessoa ingere de 74 a 121 mil partículas desse componente por ano.

Se considerarmos o limite extremo dessa escala, de 121 mil partículas- seria o equivalente a engolir uma fita plástica de 605 metros.

Para fazer esse cálculo, eles compilaram 26 estudos que analisavam a quantidade de partículas de microplásticos presentes em peixes, moluscos, açúcares, sais, álcoois, água – de torneira e engarrafada – e no próprio ar.

Microplástico onipresente

microplástico
Crédito: DisobeyArt/istockMicropartículas acabam ingeridas por animais marinhos e entram na cadeia alimentar

Podemos não ver, mas o microplástico está por todo lado. Entre 2% e 5% de todo o plástico produzido no mundo acaba despejado nos oceanos – e depois vai parar na cozinha.

Resíduos do material também podem acabar entrando em nosso organismo quando consumimos produtos embalados em plástico.

Ainda não se sabe sobre o efeito que o acúmulo de microplásticos pode causar no corpo humano, mas as substâncias presentes nesse componente já foram relacionadas à indução de tumores e alterações hormonais.

Compartilhe: