Certos medicamentos podem aumentar risco de demência, alerta estudo

De acordo com pesquisadores, que avaliaram mais de 300 mil pessoas, o risco pode ser aumentado em até 49%

Por: Redação | Comunicar erro

Um novo estudo sugere que pessoas que tomam uma classe de medicamentos chamados drogas anticolinérgicas, comumente prescritas contra depressão, Parkinson e incontinência urinária, por vários anos podem ter maior probabilidade de desenvolver demência à medida que envelhecem.

De acordo com o estudo, que foi publicado na revista JAMA Internal Medicine e abrange mais de 300 mil pessoas, o risco pode ser aumentado em até 49%.

homem atrás de vários frascos de remédios
Crédito: DNY59/istockRemédios anticolinérgicos estão associados ao risco de demência

Os resultados encontrados no estudo, no entanto, apresentam uma correlação e não uma conexão direta entre causa e efeito. Ou seja, não é possível afirmar com absoluta certeza se esse tipo de medicamentos causa demência, de fato.

Os pesquisadores acreditam que os médicos devem ter cuidado ao prescrever medicamentos anticolinérgicos a longo prazo para pacientes mais idosos. No entanto, pedem que os pacientes que fazem esses tratamentos não os interrompa por conta própria, sem o aval do médico.

Remédios anticolinérgicos

As drogas anticolinérgicas funcionam bloqueando os mecanismos necessários para os impulsos nervosos e são usadas para combater certos movimentos musculares involuntários, como no caso de incontinência ou doença de Parkinson.

Demência 

A demência é um termo que inclui diversas doenças que afetam a memória, outras habilidades cognitivas e comportamentos. Interfere significativamente na capacidade de uma pessoa manter as atividades cotidianas. A doença de Alzheimer é o tipo mais comum de demência e representa entre 60 e 70% dos casos. Outro tipo comum é a demência vascular.

um borracha apagando um desenho de um cérebro
Crédito: wildpixel/istockDemência afeta a memória e as habilidades cognitivas

Atualmente, 50 milhões de pessoas vivem com demência no mundo e a estimativa que esse número triplique para 152 milhões até 2050.

De acordo com a OMS, o custo anual estimado para a doença é de US$ 818 bilhões, o equivalente a mais de 1% do produto interno bruto global. O valor total inclui custos médicos diretos, assistência social e cuidados informais (perda de renda dos cuidadores). Até 2030, espera-se que esse valor mais que dobre, chegando a US$ 2 trilhões, montante que pode prejudicar o desenvolvimento social e econômico e sobrecarregar os serviços sociais e de saúde, entre eles os sistemas de cuidados de longo prazo.

Compartilhe:

1 / 8
1
04:12
Netflix: ‘The Family- Democracia Ameaçada’ revela grupo secreto
A minissérie "The Family: Democracia Ameaçada", que pode ser vista na Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma …
2
02:29
Operação Lava Jato ignora repasse suspeito de Paulo Guedes
Uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que a Operação Lava Jato poupou o ministro da Economia, …
3
02:40
Partículas de queimadas são encontradas em água de chuva em SP
O fenômeno que atingiu São Paulo na última segunda-feira, 19, e transformou o dia em noite em diversas regiões do …
4
03:36
Nem os eleitores de Bolsonaro concordam com a indicação de Eduardo
Em meio às polêmicas que dão o tom nos primeiros oito meses do governo Bolsonaro, uma pesquisa recente mostra que …
5
02:07
Catraca Livre e MBL promovem debate sobre a política nacional
Para fortalecer a construção de um debate democrático, a Catraca Livre vai promover, nesta sexta-feira, dia 23, às 12h30, um …
6
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
7
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
8
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …