Coronavírus: Governo trará brasileiros que estão na China

Neste domingo, brasileiros gravaram vídeos pedindo ajuda do governo para deixar a China

Por: Redação

No fim da tarde deste domingo, 2, o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Defesa publicaram nota conjunta na qual afirmam que os brasileiros que estão na China serão repatriados. A decisão vem depois de um apelo feito em redes sociais sobre o surto de coronavírus.

mapa coronavírus
Crédito: Reprodução/gisanddata.mapsInfecções que começaram na China se espalham para outros países

“O governo brasileiro adota todas as medidas necessárias para trazer de volta ao Brasil os cidadãos brasileiros que se encontram na província de Hubei, especificamente na cidade de Wuhan, na China, região de origem da epidemia do coronavírus”, diz a nota.

“Assim que chegarem ao Brasil, eles deverão ser submetidos a quarentena, de acordo com procedimentos internacionais, sob a orientação do Ministério da Saúde.”

Chineses usam máscara para se proteger do coronavírus
Crédito: Tyrone Siu/Agência BrasilChineses usam máscara para se proteger do coronavírus

Apelo dos brasileiros

Um grupo de brasileiros que moram na China fizeram um apelo ao presidente Jair Bolsonaro para que sejam retirados de lá. Todos os que aparecem no vídeo publicado no YouTube são residentes de Wuhan, na província de Hubei, local epicentro do surto do coronavírus.

Na gravação, publicada na manhã deste domingo, 2, eles mandaram uma mensagem direcionada ao governo.

“Nós, cidadãos brasileiros da cidade de Wuhan, escrevemos essa carta para solicitar o auxílio do governo brasileiro no retorno ao nosso país”, dizem.

Brasileiros na China
Crédito: Reprodução/YouTubeBrasileiros na China fazem vídeo pedindo apoio para serem trazidos ao Brasil

“Nós somos homens, mulheres e crianças de vários estados e regiões do Brasil. Estudantes e trabalhadores, indivíduos e famílias de brasileiros na China. No momento em que essa carta está sendo escrita, não há, entre nós, quaisquer casos de contaminação comprovada ou até mesmo sintomas de infecção por coronavírus.”

O grupo disse estar disposto a passar pelo período de quarentena fora do território brasileiro.

Compartilhe: