Últimas notícias:

Loading...

Covid-19 pode causar síndrome da fadiga crônica; saiba o que é

Condição pode ser persistente e afetar atividades corriqueiras como trabalhar, por exemplo

Por: Redação

As sequelas da covid-19 ainda não são totalmente conhecidas, mas algumas já têm sido observadas em muitos pacientes curados. Uma delas é a síndrome da fadiga crônica, também conhecida como encefalomielite miálgica.

A doença é caracterizada por fadiga inexplicável persistente ou recorrente que não passa mesmo quando a pessoa descansa. Por conta disso, a pessoa acometida com essa condição tem sua rotina afetada nas esferas profissionais, educacionais e até sociais. É como se a pessoa não tivesse disposição para fazer coisas simples do dia a dia.

mulher com fadiga crônica causada pela covid-19
Crédito: Olegbreslavtsev/istockSíndrome da fadiga crônica é uma das sequelas observadas em pacientes curados da covid-19

Também é comum a pessoa que sofre dessa condição relatar mal-estar, comprometimento cognitivo, sono, dor de cabeça, hipersensibilidade à luz, dentre outros sintomas, que variam de intensidade.

A doença não é algo exclusivo da covid-19. Ela já existia antes disso e já afetava milhões de indivíduos em todo o mundo. Mas, apesar de muitos sofrerem disso e haver vários estudos sobre o tema, a doença ainda é pouco compreendida.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Inflamação pode ser a causa da fadiga crônica

Alguns estudos sugerem que essa condição pode ser desencadeada após um infecção viral, que é o que acontece em pacientes com a covid-19. A doença causada pelo novo coronavírus é multissistêmica, ou seja, afeta, além do trato respiratório, outros órgãos vitais, como rins, cérebro e sistema nervoso, como mostram os estudos.

Em crianças e adolescentes, foi observado um quadro inflamatório desencadeado pelo vírus. Chamada de síndrome inflamatória multissistêmica, a doença foi identificada inicialmente no Reino Unido, mas também foi relatada em outros países, como Estados Unidos, Espanha e França.

Crianças e adolescentes demonstravam os sinais através de erupções na pele. Alguns desses pacientes também tinham sintomas da doença atípica de Kawasaki – um tipo de vasculite, que causa inflamação e inchaço dos vasos sanguíneos.

Acredita-se que essa inflamação é resultado de uma resposta exagerada do organismo, que reage à infecção provocada pelo novo coronavírus.

Saiba mais sobre as outras sequelas esperadas em pacientes de covid-19:

Compartilhe:

?>