Últimas notícias:

Loading...

Covid bate 9,5 milhões de casos em uma semana e OMS faz alerta

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, disse que o "tsunami de casos" está sobrecarregando hospitais

Por: Redação

A variante Ômicron, do coronavírus, está fazendo os casos covid-19 explodirem em vários países. Nesta quinta-feira, 6, a Organização Mundial da Saúde (OMS), informou que o crescimento foi de 71%, o que fez o mundo atingir o recorde de 9,5 milhões de infecções em uma semana.

Esses números, no entanto, segundo a OMS, representam apenas uma parcela da realidade, já que muitos casos não são rastreados.

O órgão máximo de saúde disse ainda que a tendência é de alta no número de contaminações nos próximos dias e disse que, onde a Ômicron chegar, ela se tornará dominante em questão de poucas semanas.

covid milhões de casos
Crédito: Masha Zolotukhina/istockCasos de covid-19 batem recorde em uma semana

Apesar da taxa crescente de contaminação, o número de mortes não acompanha essa subida. Na semana que terminou no dia 2 de janeiro, foram registrados 41 mil óbitos, uma redução de 10% em comparação a uma semana anterior.

‘Tsunami’ de casos

Embora há menos óbitos provocados pela covid-19, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, enfatizou que o “tsunami de casos é tão grande que está sobrecarregando hospitais, que estão sendo inundados”.

Ele lembrou que o vírus mata e pediu para que a Ômicron não seja classificada como “suave”, mesmo que pareça menos severa, especialmente entre vacinados. “A variante está levando pessoas ao hospital e matando”, afirmou.

ômicron
Crédito: Naeblys/istockOMS pede para que Ômicron não seja classificada como “suave”

O diretor de operações da OMS, Mike Ryan, destacou que é preciso acelerar a vacinação em todos os países. Segundo ele, se isso não acontecer, há chances de novas mutações surgirem.

“O vírus tem muita energia e bilhões de pessoas ainda não estão vacinadas. Isso é oportunidade para se espalhar. Mas não estamos fazendo o suficiente para evitar isso”, alertou.

Compartilhe: