Dados da CoronaVac são enviados para iniciar registro na Anvisa

Agência reguladora começa a avaliar os primeiros resultados dos testes com a vacina chinesa

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O Instituto Butantan iniciou o envio da documentação exigida pelo Ministério da Saúde para possível registro na Anvisa da CoronaVac, vacina contra o coronavírus desenvolvida em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 2, pelo governador de São Paulo, João Doria.

“O objetivo é tornar o mais rápido possível, dentro das normas científicas e do protocolo da Anvisa, o processo de registro da CoronaVac”, afirmou Doria.

vacina coronavac
Crédito: Divulgação/Instituto ButantanDados da CoronaVac são enviados à Anvisa

A documentação foi enviada por meio de uma plataforma digital da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para agilizar os processos de registro de potenciais candidatas a vacinas contra o coronavírus.

Esses primeiros dados se referem aos estudos não clínicos, que são aqueles feitos em laboratório ou em animais antes da testagem em humanos.

Esse novo procedimento regulatório, chamado de submissão contínua, permite que os dados dos testes de vacinas contra a covid-19 sejam enviados conforme tornam-se disponíveis. Dessa forma, a Agência vai adiantando etapas. Porém, o registro mesmo só sai quando houver uma análise consolidada de todos os dados sobre a segurança e eficácia do imunizante.

Na quinta-feira, 1º, a Anvisa recebeu a documentação de outra vacina, a de Oxford, que também está na última fase de testes em voluntários no Brasil.

Compartilhe: