Dois drinks ao dia aumentam risco de câncer em mais de 50%, diz estudo

Estudo japonês com mais de 60 mil pessoas encontrou evidências da ligação entre o álcool e o câncer

Por: Redação

Um estudo publicado na revista American Cancer Society mostrou que o consumo diário de duas bebidas alcoólicas de qualquer tipo ao longo de 4o anos aumenta em até 54% o risco de câncer, principalmente de boca, garganta, estômago e cólon.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores japoneses compararam os hábitos de consumo de 63.232 pacientes com câncer com os de um número igual de pessoas saudáveis. Todos relataram sua ingestão média diária de álcool e o número de anos que bebiam.

pessoas tomando cerveja
Crédito: Satoshi-K/istockNovo estudo mostra relação do álcool e o desenvolvimento de câncer

O estudo, no entanto, tem algumas limitações, já que os dados do histórico de consumo foram coletados por auto-relatos, que podem não ser confiáveis. Os pesquisadores também não conseguiram controlar o histórico familiar de câncer, dieta ou atividade física dos participantes.

Além disso, os japoneses têm uma maior prevalência de variações genéticas que tornam seu metabolismo mais lento após o álcool, e, portanto, os resultados podem não ser aplicáveis ​​para outras populações.

Álcool x saúde

De toda forma, equilíbrio ao ingerir bebidas alcoólicas é essencial para evitar várias complicações de saúde. O abuso do álcool é responsável por 3,2% de todas as mortes no mundo, conforme já alertado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ainda de acordo com a entidade, não existe um padrão de consumo de álcool seguro e livre de riscos.

Além de câncer, o abuso do álcool pode desencadear doenças do fígado, problemas gastrointestinais, pancreatite, problema cardíacos e vasculares, prejuízos cerebrais, entre outros.

Compartilhe: