Laudo da morte de voluntário da CoronaVac sai nesta terça

Instituto Butantan afirma que morte não tem relação com a vacina

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A causa da morte do voluntário da vacina CoronaVac deve ser conhecida nesta terça-feira, 10, segundo a Veja. Os testes com o imunizante foram suspensos pela Anvisa na noite de ontem, antes mesmo do Instituto Butantan, que comanda os ensaios, tomar conhecimento.

Para o diretor do Butatan, Dimas Covas, a morte não tem relação com a vacina. O governo de São Paulo acredita que a Anvisa possa estar agir politicamente, já que existe uma guerra pela vacina entre o presidente Bolsonaro (sem partido) e o governador paulista João Doria (PSDB).

vacina da johson
Crédito: Gevende/istockCausa da morte de voluntário da vacina CoronaVac será divulgado hoje

Nesta manhã, Bolsonaro se pronunciou sobre a suspensão dos testes dizendo que ter ganhado de Doria. “Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Doria queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha”, escreveu no Facebook, em resposta a um internauta.

Ainda nesta manhã, o governo de São Paulo fará uma coletiva de imprensa para dar mais informações sobre a interrupção dos testes com a CoronaVac.