Últimas notícias:

Loading...

Mais um vírus transmitido pelo Aedes aegypti pode se espalhar

Por: Redação

Depois da dengue, da zika e da chikungunya, outro vírus transmitido pelo Aedes aegypti está deixando os brasileiros em estado de alerta: um vírus chamado Mayaro.

Identificado pela primeira vez em 1954, o vírus existe em regiões silvestres aos redores da região amazônica. Mas, segundo reportagem do G1, pesquisadores da Flórida identificaram nas últimas semanas o vírus no Haiti em um menino de 8 anos, com febre e dores abdominais. Foi concluído, então, que Mayaro pode estar se espalhando pelo continente. 

Aedes aegypti é popularmente conhecido como mosquito-da-dengue
Crédito: Getty Images/iStockphotoAedes aegypti é popularmente conhecido como mosquito-da-dengue

A febre do Mayaro tem sintomas muito parecidos com os da dengue e da chikungunya, começando com febre e cansaço. Depois, podem surgir manchas vermelhas pelo corpo, dores nas articulações e dor de cabeça. Os olhos podem ficar doendo e ainda, em alguns casos, é possível ter intolerância à luz.

Lembrando que só exames laboratoriais específicos podem apontar o diagnóstico correto e não há, até o momento, nem vacina nem tratamento específico para eliminar o vírus. O tratamento é dirigido ao alívio dos sintomas.

A melhor forma de se proteger da febre da Mayaro é evitando picadas do Aedes aegypti, além, é claro, das medidas para evitar a proliferação dos mosquitos.

Procure deixar telas nas janelas, mosquiteiros nas camas e use repelentes. Os repelentes indicados pela Organização Mundial de Saúde são a Icaridina, o DEET e o IR 3535.

Compartilhe:

Tags: #Tratamento