Números comparam evolução do coronavírus no Brasil e na Itália

Vigésimo dia no Brasil é pior que no país europeu, mas medidas preventivas tomadas por aqui acontecem com maior antecedência que lá

Por: Redação

Um dos principais pontos de contaminação do coronavírus no mundo é a Itália. O país europeu só perde para a China, epicentro do vírus, em número de pessoas contaminadas e mortas pelo Covid-19. Frente a isso, especialistas já começam a comparar os casos do território italiano com os do Brasil. E os números não são positivos.

Para se ter ideia, o Brasil está hoje em seu vigésimo dia desde que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em território nacional. Ao todo, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, temos 291 confirmações de infectados. No vigésimo dia da Itália, havia apenas 3.

brasil itália coronavírus
Crédito: IStock / Photo BetoOs números dos casos de coronavírus na Itália e no Brasil

Apesar da comparação, o salto da Itália foi bastante rápido. No 23º dia, já havia a confirmação de 155 casos e três mortes. O país chegou aos mil casos confirmados entre o 29º e 30º dias. Hoje, mais de 31 mil pessoas estão infectadas no país europeu.

Os casos subiram abruptamente na Itália devido a uma falta de credibilidade por parte dos governantes, no início, a respeito do potencial virótico do novo coronavírus. Medidas demoraram para ser tomadas, e hoje o país do velho continente paga um alto preço.

Pessoas seguem em quarentena há semanas; estão proibidas de sair de casa, a não ser para irem ao supermercado – tudo sob controle do governo; hospitais de algumas cidades se recusam a atender idosos com mais de 80 anos contaminados com o coronavírus, e praticamente são deixados à sorte.

O diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Júlio Croda, disse nesta terça-feira, 17, que o coronavírus está se comportando no Brasil de forma semelhante ao que ocorreu na Itália.

“Não temos como prever exatamente o pico da epidemia, porque pode ser que as medidas adotadas tenham algum impacto. O que a gente está observando é que o vírus está se comportando de forma similar à Itália, Espanha e Reino Unido, com o mesmo padrão no número de casos”, disse Croda.

Testes

Até terça-feira, 17, o Brasil havia realizado cerca de 11 mil testes de coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. Os testes são feitos apenas em casos mais graves da doença. A determinação brasileira segue na contramão da recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) de ampliar a testagem, apesar do custo e da necessidade de importação do insumo.

Para saber mais sobre os números que comparam o Brasil com o mundo, acesse matéria da Folha de S. Paulo.

Compartilhe: