Últimas notícias:

Loading...

OMS diz que Ômicron não é resfriado comum e que há gente morrendo

Líder técnica da entidade reforça pedido para que as pessoas continuem se protegendo

Por: Redação

Apesar de provocar sintomas mais leves em comparação com a Delta, variante Ômicron não pode ser considerada um resfriado comum, segundo alerta da principal epidemiologista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove.

No Twitter, a representante da entidade disse que ainda há muitas pessoas contaminadas em hospitais e morrendo.

omicron
Crédito: PatrikSlezak/istockEpidemiologista alerta que há pessoas doente e morrendo com Ômicron

Ela ainda destacou que, com os vírus da gripe e da covid circulando ao mesmo tempo, será mais comum ver mais casos de dupla infecção. com mais pessoas se misturando, com uso limitado das medidas sociais e de saúde pública,

A líder técnica da OMS ressaltou que as medidas de prevenção precisam continuar sendo levadas a sério.

“Vacine-se (para covid-19 e gripe), continue aderindo às medidas de saúde pública. Use máscara. Respeite distanciamento. Evite multidões”, aconselhou.

ômicron
Crédito: Naeblys/istockOMS alerta que variante Ômicron ainda representa “risco elevado”

Sintomas da variante Ômicron

O que tem sido observado com a variante Ômicron é um quadro de sintomas mais leves, no geral. Isso se deve em parte à vacinação contra a covid-19 que – embora não barre o contágio – protege contra formas graves da doença.

Uma série de estudos recentes também aponta que a cepa pode ser menos agressiva por poupar os pulmões e ficar, muitas vezes, limitada às vias respiratórias superiores: nariz, garganta e traqueia, diferentemente das versões anteriores do vírus.

Dor de garganta e rouquidão tem sido sintomas frequentemente ligados à nova cepa. Além disso, a doença causada pela Ômicron pode provocar dores musculares, cansaço e mal-estar por 1 ou 2 dias.

Compartilhe: