Últimas notícias:

Loading...

Entenda por que a China intensificou o lockdown contra a covid

Xangai se tornou nos últimos dias o principal foco de surto nacional da variante Ômicron

Por: Redação

Depois de iniciar o lockdown em algumas localidades, a China agora intensificou as restrições e ampliou o confinamento para Xangai, centro financeiro do país. Por lá, 25 milhões de habitantes deverão ficar confinados em duas fases durante nove dias.

O que explica a medida?

Com o aumento de casos de contaminações e política de tolerância zero contra a covid, as autoridades chinesas usarão esse período para testar todos os cidadãos.

china intensifica lockdown
Crédito: Robert Way/istokChina intensifica lockdown e confina mais 25 milhões de cidadãos em Xangai

A decisão veio após o local registrar o recorde de casos assintomáticos. Foram 3.450, representando quase 70% do total nacional, juntamente com 50 casos sintomáticos. Esse é o maior número diário de contaminações na China desde o início da pandemia.

Embora os números de casos são relativamente insignificantes em um contexto global, eles são os mais altos da China desde as primeiras semanas da pandemia.

Como será o lockdown

O lockdown em Xangai funcionará em duas etapas. Até o dia 1º de abril, as restrições vão valer para a zona leste da cidade. Já entre os dias 1º a 5 de abril, a zona oeste que deverá cumprir o confinamento.

Segundo as autoridades, o transporte público será suspenso e todos os funcionários de empresas e funcionários do governo não envolvidos no fornecimento de serviços essenciais foram aconselhados a trabalhar em casa.

O governo da cidade disse  que o bloqueio será  implementado “para conter a propagação da epidemia, garantir a segurança e a saúde das pessoas” e erradicar os casos de infecção o mais rápido possível.

china testa população
Crédito: Derek Yung/istockOs testes de covid em massa em toda a cidade já começaram

Compartilhe:

?>