Publicar fotos com filtros pode indicar depressão, mostra estudo

Por: Redação

Nas redes sociais, a vida dos usuários parece perfeita. O Instagram é a principal que passa essa impressão, pois são publicadas apenas fotos de bons momentos, acompanhadas de legendas positivas.

No entanto, um estudo realizado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comprova exatamente o contrário de uma vida perfeita. Compartilhar imagens com filtros e cores pode indicar que o usuário tem depressão.

Crédito: Getty Images/iStockphotoAcompanhar as páginas de outros usuários pode causar inveja e ressentimento

Segundo os cientistas, o uso do filtro Inkwell – que transforma fotos em preto e branco – e de tons azuis, cinzas ou cores escuras pode revelar indícios da doença. O aplicativo, então, pode ser uma das ferramentas para identificar pessoas que estão passando por problemas mentais.

Além disso, outra pesquisa, feita em duas universidades alemãs, mostrou que redes sociais podem gerar outros sentimentos negativos. Acompanhar as páginas de outros usuários pode causar inveja e ressentimento, principalmente ao ver fotos de férias das pessoas.

É importante, então, que os usuários prestem atenção nos motivos por trás de suas publicações e evitem o contato com as que trazem certo desconforto. Apesar disso, as redes sociais não são de todo o mal. Elas trouxeram muitos benefícios à sociedade como, por exemplo, a maior quantidade de informação.

Compartilhe: