Publicidade

Informar

SP, RJ e BA adotarão vacina fracionada contra febre amarela

Campanha de vacinação acontecerá entre os meses de fevereiro e março; confira as datas e os locais de atendimento

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Segundo notícia divulgada pelo Ministério da Saúde, entre fevereiro e março, 75 cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia realizarão campanhas de vacinação contra a febre amarela em doses fracionadas.

A ação, recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é uma medida preventiva e emergencial adotada para conter o surto da doença. Assim, a campanha será implementada nas regiões citadas durante um período de 15 dias.

Fracionada: qual a diferença? 

Diferente da dose padrão da vacina, que oferece proteção por toda a vida , a dose fracionada é capaz de proteger uma pessoa por ao menos oito anos.  Segundo o ministro da saúde, Ricardo Barros, estudos sobre o tema avaliarão a eficácia da vacina após o período em questão.

Com a nova campanha, cerca de 19,7 milhões de pessoas devem ser imunizadas nos três estados: 15 milhões com doses fracionadas e 4,7 milhões com dose padrão (voltada a crianças de 9 meses a menores de 2 anos; pessoas com condições clínicas especiais como HIV/aids, doenças hematológicas ou após término de quimioterapia; gestantes; e viajantes internacionais, mediante apresentação do comprovante de viagem).

Onde e quando acontecem as campanhas ? 

  • São Paulo: 
No estado de São Paulo, 4,9 milhões de pessoas vão receber a dose fracionada e 1,4 milhão, a dose padrão em 52 municípios.
  • Rio de Janeiro: 
No Rio de Janeiro, 2,4 milhões de pessoas devem receber a dose fracionada e 7,7 milhões, a padrão em 15 municípios.
  • Bahia:
Na Bahia, 2,5 milhões de pessoas serão vacinadas com a dose fracionada e 813 mil com a dose padrão em oito municípios.

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade