Últimas notícias:

Loading...

Surto de covid-19 na Coreia do Norte preocupa OMS

Agência da ONU diz que existe o risco de o vírus se espalhar rapidamente entre as pessoas, já que o país não iniciou a vacinação

Por: Redação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse estar acompanhando com preocupação a situação da Coreia do Norte, que vive um surto de covid-19. De acordo com a BBC, mais de um milhão de pessoas contraíram a infecção desde o final de abril, mas o ditador Kim Jong-un chama a doença de “febre de origem desconhecida” na imprensa estatal.

A preocupação da OMS é com a falta de proteção da população do país. “Como o país ainda não iniciou a vacinação contra a covid-19, existe o risco de o vírus se espalhar rapidamente entre as pessoas, a menos que seja reduzido com medidas imediatas e apropriadas”, disse o diretor regional da OMS para o Sudeste Asiático, Poonam Khetrapal Singh.

covid
Crédito: Design Cells/istockOMS teme que covid-19 se espalhe rapidamente na Coreia do Norte

A agência de saúde da ONU reiterou o compromisso de apoio ao país na resposta à pandemia, fornecendo suporte técnico para ampliar a testagem e implementar medidas de saúde pública.

Casos só aumentam

A Coreia do Norte está lutando para lidar com milhares de casos suspeitos com capacidades médicas limitadas. Em resposta, o país determinou “emergência nacional”, impôs confinamento geral e pediu aos militares que façam a distribuição de suprimentos para a população.

Este é o primeiro surto de covid da Coreia da Norte que se tem notícia. O líder norte-coreano Kim Jong-un até então negava que o vírus tivesse entrado no país. No início da pandemia, o ditador fechou as fronteiras.

Como o regime controla toda a informação, os especialistas acreditam que a situação epidemiológica é mais grave do que a anunciada e que poderá ficar fora de controle.

Compartilhe:

?>