Trump sugere injetar desinfetante em pacientes para tratar coronavírus

Trump também sugeriu tratamentos com radiação ultravioleta contra a convid-19

Por: Redação

Após ter promovido o uso de um medicamento contra a malária no combate ao novo coronavírus, o presidente dos EUA, Donald Trump, agora pede aos cientistas que investiguem os possíveis benefícios da ingestão ou injeção de desinfetantes no corpo dos pacientes diagnosticados com a covid-19.

Crédito: Divulgação/White HouseNão é a primeira vez que Donald Trump ignora evidências científicas na pandemia do novo coronavírus

“E aí eu vejo o desinfetante, que derruba [o coronavírus] em um minuto. Um minuto! E tem um jeito de a gente fazer algo, uma injeção dentro ou quase uma limpeza? Porque, veja bem, ele entra nos pulmões e faz um trabalho tremendo nos pulmões, então seria interessante checar isso. Então, será preciso ver com os médicos, mas soa interessante para mim”, afirmou Trump em entrevista coletiva na Casa Branca na tarde desta quinta-feira, 23.

Trump também fez alusão a possíveis tratamentos com radiação ultravioleta, novamente sem corroboração científica.



A fala absurda ocorreu após a explicação do diretor da divisão de ciência e tecnologia do Departamento de Segurança Interna, Bill Bryan, de que testes em laboratório mostraram que o vírus não sobrevive por muito tempo em ambientes “quentes e úmidos” por conta da exposição ao sol.

“Talvez seja possível, talvez não seja. Eu não sou médico. Mas eu sou, tipo, uma pessoa que tem um bom você sabe o quê”, disse o presidente americano se dirigindo a Deborah Birx, a imunologista que assessora a Casa Branca durante a pandemia.

Questionado por um jornalista sobre a fala irresponsável, Trump respondeu como já tem sido habitual nas conferências de imprensa: “Você faz parte das fake news. Esta é só uma sugestão de um laboratório brilhante”, concluiu.

A fala de Trump causou perplexidade entre a comunidade médica e científica nos Estados Unidos, que dissera que as declarações são “perigosas e irresponsáveis”.

Em entrevista à CNN, Stephen Hahn, comissário da FDA (agência de vigilância sanitária americana) disse para a população não seguir os conselhos de Trump.

“Não queremos que pessoas tentem resolver sozinhas qualquer problema. E não, eu nunca recomendaria a ingestão de desinfetante”, disse.

Assista a fala absurda de Trump no vídeo abaixo (em inglês).

Compartilhe: