Com espetáculos teatrais, dança e intervenções artísticas, o Sesc Pompeia participa da programação do "Dia Mundial de Combate à AIDS" neste sábado, 1º, a partir das 9h30, com entrada Catraca Livre.

divulgação

Créditos: divulgação

"Posso Dançar para Você" é uma das atrações do Sesc Pompeia

Criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Dia Mundial de Combate à AIDS foi instituído globalmente com o objetivo de expandir a conscientização social e o combate ao vírus da AIDS.

Desde o final dos anos 1980, a data vigora no calendário mundial como um dia em que a sociedade une esforços para alertar-se sobre as formas de transmissão e contágio do vírus, bem como o combate ao preconceito.

Integram a programação especial os espetáculos: "O Cochicho de Iracema", com Juliana Notari, "Posso Dançar para você?", com a Cia. Domínio Público, "Romeu e Julieta", com a Cia. Burucutu,  "A vida secreta das palavras", com a Cia. da Joaquina e "Poemas do Guarda Chuva", com a Cia. Suno

 

 

Posso Dançar para você?com a Cia. Domínio Público

Às 12h, 13h e 14h30

Na paisagem dos centros urbanos, repleta de informação, andamos como passageiros do nosso próprio corpo, que passa e atravessa, mas pouco troca. O que deixamos de nós e o que levamos conosco pelo caminho? Qual o espaço do toque, do afeto, da delicadeza? Podemos (re) descobri-lo todos os dias. Por isso, na rua, a Cia. Domínio Público pergunta: “Posso dançar pra você?”.

Romeu e Julieta com a Cia. Burucutu

Às 15h, 16h e 17h

Em pernas de pau, a Cia. Burucutu traz poesias que elucidam o amor contemporâneo num contraponto com Romeu e Julieta de Ariano Suassuna, trabalhando a linguagem do cordel. Nos intervalos, a companhia democratiza diversas poesias e informações sobre o tema.

A vida secreta das palavras com a Cia. da Joaquina

Às 15h, 16h e 17h30

Um guarda-chuva vermelho traz suspenso em fitas vermelhas pergaminhos contendo frases ou pensamentos de artistas símbolos da luta contra a AIDS. Um primeiro ator carrega o guarda-chuva vermelho, símbolo do Amor, do Coração, onde estão penduradas fitas vermelhas, suas “artérias”, contendo pequenos pergaminhos.
Uma atriz – com um amplo vestido longo vermelho – carrega um pano de cetim branco, símbolo da pureza, do novo, do nada, tendo bordado ao centro o laço, símbolo da luta contra o HIV.

Quando uma relação baseada no olhar é estabelecida entre uma pessoa do “público” e os performers, a intervenção se inicia. A pessoa do “público” é convidada a escolher um dos pergaminhos e a ler sua mensagem, a partir da qual o grupo cria micro-cenas, narrando e revelando pequenas histórias.

Poemas do Guarda Chuva com a Cia. Suno

Às 19h, 20h30 e 21h

Utilizando a temática da chuva, “Poemas do Guarda-Chuva” busca aproximar o público do tema proposto. Nessa intervenção, a Cia Suno faz um convite ao conhecimento em uma narração interativa e itinerante, que une de maneira lúdica e com bastante humor a informação e a improvisação teatral. Dos guarda-chuvas "caem" poesias, haikais, conhecimento. Utiliza-se o público, e propõe-se ainda a distribuição de fitinhas vermelhas, símbolo da luta contra a AIDS, aos presentes.

Dia Mundial de Luta Contra AIDS

01 Dez

  • Sáb 01/12 das 09:30 às 21:30

Sesc Pompeia
Rua Clélia, 93 Água Branca - Oeste São Paulo - SP (11) 3871-7700
Catraca Livre