A comédia Eu Sempre Quis, de Eduardo Ruiz, tem uma nova temporada no Auditório do MuBE, entre os dias 28 de outubro e 20 de novembro. As sessões ocorrem às sextas-feiras e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 18h, com ingressos vendidos por até R$50.

1/5

Crédito da imagem: divulgação

"Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

2/5

Crédito da imagem: divulgação

"Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

3/5

Crédito da imagem: divulgação

"Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

4/5

Crédito da imagem: divulgação

"Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

5/5

Crédito da imagem: divulgação

"Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

  • Crédito da imagem: divulgação

    1/5

    "Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

  • Crédito da imagem: divulgação

    2/5

    "Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

  • Crédito da imagem: divulgação

    3/5

    "Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

  • Crédito da imagem: divulgação

    4/5

    "Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

  • Crédito da imagem: divulgação

    5/5

    "Eu Sempre Quis" cria reflexão sobre as consequências da incomunicabilidade para as relações humanas

Com direção de Luiz Mario Vicente, a montagem narra o drama de duas irmãs que precisam voltar a morar na casa de sua mãe depois de passar por alguns obstáculos na vida.

Elas entram em confronto com uma tia moralista que se gaba por ter uma trajetória exemplar. Por mais que sejam diferentes, as quatro mulheres vivem histórias que se repetem de geração em geração.

A ideia da peça é criar uma reflexão sobre as consequências do silêncio e das coisas não ditas para os relacionamentos. O elenco conta com a participação de Almara Mendes, Mirella Tronkos, Mônica Duarte e Priscila Castello Branco.

Imagem Autor

A SP Escola de Teatro é um equipamento cultural da Secretaria do Estado da Cultura e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

+ posts do autor

Eu Sempre Quis

28 Out
a
20 Nov

De 28/10 a 20/11:  Domingos às 18:00  Sextas e  Sábados às 21:00

Museu Brasileiro da Escultura (MuBE)
Avenida Europa, 218 Jardim Europa - Oeste São Paulo - SP (11) 2594-2601
R$50 (inteira) e R$25 (meia-entrada)
Classificação: 14 anos | Duração: 75 minutos