Beatriz Milhazes é atualmente a mais valiosa artista plástica brasileira viva. Sua tela “Meu Limão”, realizada em 2000, foi vendida em novembro por 2,1 milhões de dólares em um leilão em Nova York.

Multicoloridas, repletas de flores, arabescos e rendas, as obras da artista carioca combinam referências que vão de Tarsila do Amaral a Henri Matisse. Parte deste trabalho, mais especificamente nove gravuras realizadas entre 1996 e 2003, pode ser vista pelo público na mostra “Beatriz Milhazes – Um Itinerário Gráfico”, em cartaz no Sesc Santana com entrada Catraca Livre.

Impressas artesanalmente, as obras integram a primeira série de gravuras em grande porte em colaboração com a Durham Press (EUA). A exposição fica em cartaz até 24 de fevereiro.

Confira na galeria abaixo algumas gravuras presentes na exposição.

“Beatriz Milhazes – Um Itinerário Gráfico”,

23 Nov
a
24 Fev

  • de 23/11 a 24/02
    • Terças, Quartas, Quintas, Sextas e Sábados das 10:00 às 21:00
    • Domingos das 10:00 às 18:00

Sesc Santana
Avenida Luiz Dumont Villares, 579 Jardim São Paulo(Zona Norte) - Norte São Paulo - SP (11) 2971-8700
Catraca Livre