As manifestações carnavalescas de bairro em São Paulo cresceram muito nos últimos anos, mas os novos grupos não encontram suporte e orientação dos órgãos competentes. Eles enfrentam problemas que grupos tradicionais sofriam antigamente, como boicote, repressão e falta de estrutura.

Tendo isso em vista, um grupo formado por blocos e cordões carnavalescos da cidade, além de outras organizações da sociedade civil favoráveis ao tema, lançou o Manifesto Carnavalista.  O cortejo terá concentração a partir das 14h na rua Fidalga (altura do número 800) e seguirá até a Praça Horácio Sabino ("Praça dos Eucaliptos" ou "Praça do Alves").

O documento traz cinco reivindicações principais: direito à alegria; direito à folia; valorização e afirmação da tradição cultural paulistana; ocupação do espaço público como exercício da cidadania; e identificação do potencial econômico do carnaval de rua.

E para chamar a atenção da população, poder público e mídia para os problemas e demandas encontrados, no próximo dia 15 de dezembro haverá um ato público na Vila Madalena, com integrantes dos diversos blocos e cordões participantes do movimento.

Mais informações podem ser obtidas na página oficial do Manifesto no Facebook

O texto do Manifesto Carnavalista está disponível na íntegra no site do Kolombolo Diá Piratininga

 

Manisfesto Carnavalista

15 Dez
Rua Fidalga
Rua Filipe de Alcaçova, 400 Pinheiros - Oeste São Paulo - SP
Catraca Livre
add Google Agenda
Concentração na rua Fidalga altura do número 800