divulgação

Créditos:

Ator Nicolas Trevijano interpreta o vocalista da banda Nirvana logo após o suicídio

Talento, rebeldia e exageros. Sob essa trinca, o mundo via Kurt Cobain, líder de uma das principais bandas de rock da década de 1990, o Nirvana. Mas por trás da figura de voz rouca, cercada de holofotes, havia um homem frágil, solitário e autodestrutivo que, em 1994, encerraria sua própria história com um tiro na cabeça.

Lançando foco sobre a personalidade sensível, melancólica e solitária do músico, estréia no próximo de dia 7 de julho, na Galeria Olido, o espetáculo "Aberdeen - Um Possível Kurt Cobain",  escrita e dirigida pelo jornalista e dramaturgo Sérgio Roveri e interpretado pelo ator Nicolas Trevijano.

Construído com base em entrevistas de Kurt Cobain e na carta deixada pelo cantor, o monólogo se passa no momento seguinte ao disparo da arma e faz uma reflexão sobre a trajetória do músico, mostrando seus conflitos com pai e mãe, o vício em heroína, a relação com seu amigo imaginário, o casamento com Courtney Love e o sentimento pela filha Frances, que tinha quase dois anos na data de sua morte.

De produção intimista, o espetáculo (que leva no título o nome da cidade localizada em Washington, onde o Kurt nasceu) marca a estréia na direção do ator José Roberto Jardim, que conduz a adaptação da vida do cantor para longe dos bastidores do sucesso, explorando seu lado humano, com objetivo de torná-lo mais próximo do público.

O espetáculo fica em cartaz até o dia 29 de julho com entrada Catraca Livre.

Aberdeen - Um Possível Kurt Cobain

07 Jul
a
29 Jul

  • de 7 a 29/07
    • Domingos às 20:00
    • Sábados às 21:00

Galeria Olido
Avenida São João, 473 - do térreo ao 2º andar Centro - Centro São Paulo - SP (11) 3331-8399 | 3397-0171
Estação República (Metrô - Linha 3 Vermelha e Linha 4 Amarela)
Catraca Livre