Teria a arte um fim? Para o argentino Andrian Villar Rojas, a resposta é sim. O escultor criou peças de argila que se desmancham com o tempo.

Depois de passar pela Bienal de Veneza, em junho, as obras agora estão em São Paulo, na Galeria Luisa Strina, até 3 de dezembro, de segunda à sexta, das 10hàs 19h, e aos sábados, das 10h às 17h. A entrada é Catraca Livre.

Rojas ressalta em sua arte a destruição e ação do tempo e mostra que a arte permanece mesmo quando deteriorada. Trabalhando em escalas gigantes ou minúsculas, os desenhos expostos em São Paulo se perdem nas dimensões da galeria.

O artista não parou por ai e fez também uma enorme estrutura cilíndrica nos jardins do Louvre, em Paris. Depois do Brasil, o argentino também expõe em “Documenta”, mostra de arte na Alemanha, em 2012.

1/3

 

2/3

 

3/3

 

  •  

    1/3

  •  

    2/3

  •  

    3/3

Adrian Villar Rojas

21 Nov
a
03 Dez

  • de 21/11 a 03/12
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 19:00
    • Sábados das 10:00 às 17:00

Galeria Luisa Strina
Rua Padre João Manuel, 755 - loja 02 Cerqueira César - Oeste São Paulo - SP (11) 3088-2471
Catraca Livre