Editorias
pulp-fiction-1024x576

10 filmes para ver no Netflix

  • Ver Dica Digital »
  • Natura_Mais_Perto_Truck_-_Credito_Natura_Imprensa_destaque

    'Natura Mais Perto Truck' estaciona nos parques Villa-Lobos e Burle Marx

  • Ver Bem-Estar »
  • goonies

    Clássicos de Steven Spielberg ganham sessões gratuitas e ao ar livre

  • Ver Ar Livre »
  • churrasco_japones

    Churrasquinho japonês e sushis são servidos no 'Comida de Rua, né?'

  • Ver Gastronomia »
  • Zeus_-_divulgacao_-_Facebook_Oficial

    Entre no clima do Carnaval e ajude animais carentes no Espaço Urucum

  • Ver Mundo Animal »
  • ferreira_gullar

    Ferreira Gullar participa de bate-papo gratuito no Teatro Sérgio Cardoso

  • Ver Educação »
  • roger_ballen-13

    Norte-americano Roger Ballen expõe 113 fotografias no MAC USP

  • Ver Universidades »
  • geometric-line-tattoo-chaim-machlev-coverimage

    A arte geométrica e expressiva do tatuador israelense Chaim Machlev

  • Ver Inovação »
  • "O Grande Circo Místico" - divulgação

    'O Grande Circo Místico', com trilha de Chico Buarque, ganha remontagem

  • Ver Urbanidade »
  • "DOMÈNECH 7", na Espanha

    Site reúne fotos de empresas 'bike-friendly'

  • Ver Emprego »
  • divulgação

    Linha americana produz calcinhas "à prova" de menstruação

  • Ver Negócios »
  • Peça contém relatos de crianças durante guerras

    em

    por Ligia Jardim

    por Ligia Jardim

    A peça "As Estrelas Cadentes do Meu Céu São Feitas de Bombas do Inimigo" é baseada em relatos de crianças feitos em tempos de guerra

    No dia 25, entra em cartaz a peça "As Estrelas Cadentes do Meu Céu São Feitas de Bombas do Inimigo". Apresentado pela Cia Provisório- Definitivo, no Sesc Consolação, o espetáculo pode ser visto às segundas e terças, às 21h, até 26 de março. Os ingressos vão até R$ 10.

    Com um enredo não linear, a peça-documentário faz uma livre adaptação dos livros "Diários de Guerra - Vozes Roubadas" e "Diário de Annie Frank", contendo 12 relatos em diários de crianças e jovens durante guerras ou conflitos, que abrangem desde a Primeira Guerra até a recente invasão do Iraque. Nem o Brasil fica de fora, uma vez que a guerra é trazida para os trópicos na história de um jovem paulistano envolvido no tráfico de drogas.

    Com direção assinada por Nelson Baskerville, a peça traz um cenário lúdico com bonecos cenográficos e projeções e tem no elenco Carlos Baldim, Paula Arruda, Pedro Guilherme e Thaís Medeiros.

    Comentários (0)

    Os comentários não representam a opinião do Catraca Livre. A responsabilidade é do autor da mensagem.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Os comentários não representam a opinião do Catraca Livre. A responsabilidade é do autor da mensagem.