divulgação

Créditos: divulgação

Em "Só os Doentes de Coração Deveriam Ser Atores", o ator Antonio Petrin é acompanhado pela pianista Elaine Giacomelli

Sucesso de temporada nos anos de 2008 e 2009, o espetáculo “Só os Doentes do Coração Deveriam Ser Atores” entra em cartaz novamente na capital paulista, desta vez no palco do Sesc Santo Amaro, entre os dias 21 de novembro e 6 de dezembro, em sessões que ocorrem sempre às quartas e quintas-feiras, às 21h. Os ingressos para a atração custam até R$ 8.

A peça, dirigida por Eduardo Figueiredo, é inspirada no depoimento de um ator polonês cardíaco, transcrito no livro “Além das Ilhas Flutuantes”, do renomado diretor teatral italiano Eugênio Barba.

No palco, o ator Antonio Petrin dá vida a Jack, protagonista da trama que vive o dilema de saber às vésperas da estréia de uma montagem de Ricardo III, de Shakespeare, que não poderá interpretar o personagem por indicação dos médicos. A ordenação se colocou por conta de seu problema cardíaco.

Apaixonado pela vida nos palcos, parar de interpretar ganha simbologia trágica tal qual a sua morte, por isso, ele continua os ensaios. Nos intervalos destes, ele relembra com drama e humor a sua vida por meio das relações com o palco, a arte, a família e as mulheres, numa virtuosa mistura entre drama e humor.

“Só os Doentes do Coração Deveriam Ser Atores”

21 Nov
e
06 Dez

  • de 21/11 a 06/12
    • Quartas e Quintas às 21:00

Sesc Santo Amaro
Rua Amador Bueno, 505 Santo Amaro - Sul São Paulo - SP (11) 5541-4000
Estação Largo Treze (Metrô - Linha 5 Lilás)
Até R$ 8
estudantes pagam meia entrada