A vida da freira carmelita Thérèse de Lisieux (1873-1897), popularmente conhecida como Santa Teresinha do Menino Jesus, é narrada em Theresinha, com texto e direção de Helder Mariani, que tem uma nova temporada no teatro do Mosteiro de São Bento, entre os dias 6 e 27 de novembro. As sessões ocorrem apenas aos domingos, às 18h, com ingressos vendidos por até R$30.

1/5

Crédito da imagem: Luciney Martins

"Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

2/5

Crédito da imagem: Luciney Martins

"Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

3/5

Crédito da imagem: Luciney Martins

"Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

4/5

Crédito da imagem: Luciney Martins

"Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

5/5

Crédito da imagem: Luciney Martins

"Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

  • Crédito da imagem: Luciney Martins

    1/5

    "Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

  • Crédito da imagem: Luciney Martins

    2/5

    "Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

  • Crédito da imagem: Luciney Martins

    3/5

    "Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

  • Crédito da imagem: Luciney Martins

    4/5

    "Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

  • Crédito da imagem: Luciney Martins

    5/5

    "Theresinha" tem nova temporada no Mosteiro de São Bento

A terceira mulher – e uma das pessoas mais jovens – canonizada é apresentada ao público por uma atriz solitária, interpretada por Gabriela Cerqueira, que viaja à França do Século 19 à procura de respostas para questões íntimas.

Essas duas jovens têm um desejo parecido de encontrar um sentido para a existência humana e transformar suas realidades vazias. Embora pertençam a épocas diferentes, elas vivem diante de um racionalismo exacerbado e prepotente que insiste em dominar o pensamento das pessoas.

A ideia da peça é partir da dimensão humana de Santa Teresinha – e não religiosa – para criar uma reflexão sobre o conflito entre a razão e a fé, um dos maiores dilemas enfrentados pelos homens moderno.

A encenação não tem cenografia; conta apenas com um pequeno banco de madeira. O processo criativo foi conduzido a partir de pesquisa biográfica de cinco anos sobre Lisieux, conduzida por Marinai e o professor de direito Thiago Britto. Eles encontraram três cadernos autobiográficos, mais de 250 cartas, 50 poesias, 20 orações e oito peças teatrais sobre a santa homenageada.

O espetáculo estreou em 2014, na Casa das Rosas, e, desde então, já foi encenado em cidades do inteiror de São Paulo e nas capitais do Paraná e Minas Gerais.

Considerada uma das santas mais influentes da modernidade, Thérèse de Lisieux viveu apenas 24 anos. Ela descobriu sua vocação religiosa muito cedo e tornou-se freira carmelita com apenas 15 anos. Ela foi nomeada copadroeira das missões, com São Francisco Xavier, e copadroeira da França, com Santa Joana D’Arc. Foi canonizada em 1997, pelo Papa João Paulo II.

Assista abaixo ao teaser de “Theresinha”:

Imagem Autor

A SP Escola de Teatro é um equipamento cultural da Secretaria do Estado da Cultura e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

+ posts do autor

Theresinha

06 Nov
a
27 Nov

De 6 a 27/11:  Domingos às 18:00

Mosteiro de São Bento
Largo São Bento, s/nº Centro - Centro São Paulo - SP (11) 3328-8799
Estação São Bento (Metrô - Linha 1 Azul)
R$40 (inteira) e R$20 (meia-entrada)
Classificação: 12 anos | Duração: 60 minutos