divulgação

Créditos: divulgação

"Carandiru" de Hector Babenco, será exibido no dia 13 de novembro

Há dez anos atrás, a casa de Detenção de São Paulo, popularmente conhecida como Carandiru, derrubava grande parte de seus pavilhões e encerrava a história de um dos presídios mais polêmicos da América Latina.

Para estimular a reflexão sobre o impacto do acontecimento na capital paulista, o Sesc Santana promove nos dias 13 e 27, duas sessões cinematográficas com títulos que mergulham na complexidade do presídio pela programação do evento "Vestígios do Carandiru".

Além da mostra, a programação da unidade também contará com exposição, oficinas e workshops de fotografia, intervenções artísticas entre outras iniciativas que discutem o tema.

Confira datas e horários das duas sessões nas abas abaixo:

Dia 13, às 20h

Carandiru (Brasil, 2003, 148', dir.: Hector Babenco)

Baseado no livro "Estação Carandiru", de Drauzio Varella, o longa traz a história de um médico (Luiz Carlos Vasconcelos), que se oferece para realizar um trabalho de prevenção a AIDS no maior presídio da América Latina, o Carandiru. Lá ele convive com a realidade atrás das grades, que inclui violência, superlotação das celas e instalações precárias. Porém, apesar de todos os problemas, o médico logo percebe que os prisioneiros não são figuras demoníacas, existindo dentro da prisão solidariedade, organização e uma grande vontade de viver.

Dia 27, às 20h

O Priosioneiro da Grade de Ferro (Brasil, 2003, 123', dir.: Paulo Sacramento)

O sistema carcerário brasileiro visto de dentro: um ano antes da desativação da Casa de Detenção do Carandiru, em São Paulo, detentos aprendem a usar câmeras de vídeo e documentam seu cotidiano no maior presídio da América Latina.

13 Nov
e
27 Nov

  • Ter 13/11
    • às 20:00
  • Ter 27/11
    • às 20:00

Sesc Santana
Avenida Luiz Dumont Villares, 579 Jardim São Paulo(Zona Norte) - Norte São Paulo - SP (11) 2971-8700